Berg Lima era investigado há 40 dias e foi preso em restaurante

Preso por corrupção ativa e extorsão, hoje à tarde em operação da Polícia Civil, o prefeito de Bayeux, Berg Lima (Podemos), já vinha sendo investigado há 40 dias.

A vítima de extorsão tinha prestado queixa à Polícia Civil. Aí começou a investigação.

Até que o flagrante aconteceu num restaurante da cidade.

Um prato indigesto.

Heron Cid

Comentar com Facebook

Comentários


COMPARTILHAR