Berg Lima já teria roubado um condomínio, em 2011

O prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima, foi acusado na campanha eleitoral de roubar dinheiro do condomínio em que a mãe tinha uma loja, no Centro de João Pessoa. A denúncia foi feita pelo ex-candidato Léo Micena.

Confira a matéria da época:

O candidato a prefeito de Bayeux pelo PMB, Léo Micena, voltou a acusar hoje o candidato Berg Lima (PTN) de desvio de dinheiro do condomínio POP Shop, localizado em frente ao IBGE, no Centro da Capital. A acusação inicial foi feita esta semana em um debate na TV Master. Na ocasião, Léo chegou a irritar o adversário ao perguntar se ele tinha sido síndico de um condomínio e se tinha desviado dinheiro dos condôminos.

Hoje, Léo Micena voltou a atacar o candidato do PTN. Disse que Berg Lima não teve competência para administrar um condomínio e ousa querer administrar o destino de uma população de mais de 100 mil habitantes. “No debate da TV Master, eu perguntei a ele sobre o desvio de dinheiro do condomínio. Ele ficou nervoso e ainda tentou me desqualificar. Mas os condôminos do POP Shop sabem o que aconteceu”, disse Léo Micena.

Segundo ele, o fato aconteceu em 2011 e veio à tona na campanha eleitoral de 2012. Como naquela época não houve muita repercussão, Léo Micena voltou a centrar fogo na questão. Ele entende que a população de Bayeux não merece um prefeito acusado de praticar desvio de dinheiro de um condomínio. No entendimento de Léo Micena, ninguém garante que, caso seja eleito, Berg não vá fazer o mesmo na Prefeitura.

Para o candidato do PMDB, o dinheiro público é sagrado a população não pode mais ser iludida, nem cair na conversa fácil de pessoas que querem fazer aventura política na cidade. De acordo com Léo Micena, os lojistas do POP Shop, com certeza, têm uma avaliação negativa da gestão de Berg como síndico do condomínio.

“Caiu a máscara, candidato. O povo de Bayeux não vai cair na sua lábia”, declarou Léo Micena, indagando: “Como o Sr. quer administrar uma cidade como Bayeux, se não teve competência para gerir um condomínio?”. Conforme Leo, a honestidade é uma virtude que o eleitor de Bayeux precisa levar em consideração na hora de votar.

Comentar com Facebook

Comentários