Berg Lima mantém empresa de coleta de lixo da gestão de Expedito, que o próprio Berg acusou de superfaturamento e pediu CPI

A informação consta no Tribunal de Contas do Estado e comprova mais uma vez que a gestão do prefeito Berg Lima não passa de uma continuidade da gestão Expedito, mas de cara nova.

Quando era oposição, Berg denunciava o superfaturamento no lixo e chegou a protocolar um pedido de CPI na Câmara. Mas ao assumir a gestão manteve a mesma empresa…

O que fez Berg Lima mudar de opinião e aceitar uma empresa de limpeza urbana que antes ele acusava de superfaturamento e pediu uma CPI?

Será que ele foi “convencido” de uma forma pouco republicana?

Ou era tudo encenação para enganar a população de Bayeux? Porque atitude pra mentir não falta, já que ele prometeu congelar o próprio salário e dos secretários em dezembro, mas aumentou em janeiro.

O novo em Bayeux já cheira a mofo…

Comentar com Facebook

Comentários


COMPARTILHAR