Caso seja solto, Berg Lima pagará fiança de R$ 20 mil e ficará proibido de frequentar órgãos públicos

O julgamento do prefeito afastado Berg Lima será retomado em 15 dias, e caso a Justiça determine a sua soltura, Berg ficará proibido de frequentar os órgãos públicos de competência da prefeitura, como secretarias, coordenadorias e a própria sede do poder executivo.

A medida cautelar tem por objetivo evitar que Berg Lima volte a agir, destrua provas ou tente constranger funcionários da gestão.

Ele também terá que pagar uma fiança de quase R$ 20 mil.

Mas dinheiro não é problema para Berg, que ganhava R$ 21 mil por mês. Sem contar a propina que ele tirava por fora…

Comentar com Facebook

Comentários


COMPARTILHAR