Em conversa vazada, esposa de Berg confessa que ele sabia do crime que estava cometendo: “Mas ele não fez isso só”

A um dia da votação da cassação de Berg Lima na Câmara Municipal de Bayeux, aparece um fato novo em desfavor do prefeito preso por corrupção. Em uma conversa vazada, a esposa de Berg Lima, Polyana Veloso, confessa que ele sabia do crime que estava cometendo, porém, não estava sozinho. Ou seja, tinha mais gente da prefeitura roubando junto com Berg Lima.

“Eu afirmo, tinha gente que sabia sim… só não entendi porque não impediram… porque não brigaram com ele… porque deixaram ele fazer isso… eu sei que tinha gente que sabia que ele ia lá (receber a propina com o fornecedor)”, afirma Polyana nas mensagens.

O mentiroso contumaz bem que se esforçou, mas não conseguiu convencer nem a própria esposa. Se algum vereador ainda estava em dúvida, a conversa da esposa de Berg Lima é uma prova que ele sabia do crime cometido, e que nada foi armação:

 

Comentar com Facebook

Comentários

COMPARTILHAR