Enquanto SP cobra apenas 11% de ICMS no etanol, Ricardo Impostinho aumentou para 24% na PB

Mais um exemplo que nos causa indignação. Enquanto o Estado mais rico do País cobra apenas 11% de ICMS no álcool, na pobre e pequenina Paraíba o governador Ricardo Impostinho aumentou para 24%. Mais que o dobro!

O que justifica a enorme disparidade?

Caso o nosso ICMS fosse semelhante ao de São Paulo ou Minas, abastecer um veículo com etanol seria um negócio vantajoso, como acontece em alguns estados do Sul, mas aqui na Paraíba a alta carga tributária faz do álcool um vilão para o nosso bolso.

A equivocada política tributária da Paraíba transforma nossos motores flex num artigo de enfeite, já que o governo praticamente impede o consumo de etanol. Além de esfolar o bolso do contribuinte com a maior carga tributária do País, ainda contribui para a poluição, já que a gasolina polui muito mais.

Está custando caro morar na Paraíba “socialista” de Ricardo Impostinho…

Comentar com Facebook

Comentários

COMPARTILHAR