Folha vaza conversa de Cássio com investidores sobre Temer: “O governo caiu”

O presidente em exercício do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB), acredita que a Câmara dos Deputados autorize a abertura da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB). Com isso, o tucano aposta que Rodrigo Maia assuma o comando do país de forma interina em até 15 dias.

A declaração de Cássio foi dada nessa quinta-feira (06) a um grupo de investidores. De acordo com a coluna Painel da Folha de São Paulo, o senador teria afirmado que a instabilidade aumentou no Governo Federal depois da prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima e com o avanço da delação do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Ainda segundo a publicação, Cássio disse ao grupo que as reformas propostas por Temer não irão ser aprovadas no Congresso Nacional, caso o presidente continue no cargo. Prevendo a nova gestão, Cássio disse que Rodrigo Maia iria manter a equipe econômica do Planalto: “Maia deverá apresentar mais estabilidade”, sentenciou.

Comentar com Facebook

Comentários