JANE DO SOPÃO: Pré-candidata a deputada estadual, primeira-dama de Santa Rita resolve distribuir sopa às vésperas da eleição

Tem político que acredita que eleitor ainda se engana com sopa e tapinha nas costas. A pré-candidata a deputada estadual Jane Panta é um exemplo. Esposa do prefeito de Santa Rita e secretária de Assistência Social, Jane tem resumido a atuação da sua secretaria em distribuir sopas para o povo de Santa Rita.

O assistencialismo barato tem um só objetivo, Jane quer virar deputada e se espelha no fenômeno eleitoral da eleição de 2010, Toinho do Sopão.

A diferença é que Jane é secretária municipal e seu marido é o prefeito da cidade. Então, o povo exige bem mais que alguns pratinhos de sopas. Até porque a gestão Panta já recebeu mais de R$ 200 milhões em 14 meses. Como diria a música dos Titãs, o povo não quer só comida:

A gente não quer só comida
A gente quer comida
Diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída
Para qualquer parte

A gente não quer só comida
A gente quer bebida
Diversão, balé
A gente não quer só comida
A gente quer a vida
Como a vida quer

O problema é que os políticos conservadores preferem manter o povo dependente de sopas, cestas básicas e outras migalhas. Dão o peixe mas não ensinam a pescar, porque mais na frente vem a hora de cobrar o “favor” que será retribuído através do voto.

Segundo os dados do Tribunal de Conta do Estado, o Fundo Municipal de Assistência Social de Santa Rita teve uma receita de R$ 3,5 milhões, apenas em 2017. Mas a grande ação social da prefeitura se resume a distribuição de pratos de sopas:

Não conseguiram nem disfarçar o verdadeiro objetivo do “Sopão Solidário”, que só começou a ser distribuído no final de dezembro. Ou seja, passaram um ano inteiro para perceber que as famílias carentes de Santa Rita passam fome e necessitam de um prato de sopa? Ou será apenas a proximidade da eleição?

Como não tem serviço prestado para mostrar e quer ser deputada estadual, Jane achou que o sopão seria a sua redenção à frente da secretaria de ação social.

Porém, com um orçamento anual de quase R$ 200 milhões, o povo de Santa Rita espera algo mais da prefeitura do que alguns pratinhos de sopa…

Comentar com Facebook

Comentários

COMPARTILHAR