Luiz Antonio e os riscos da gestão do PSDB em Bayeux no cenário estadual

Diferente do ex-prefeito Berg Lima (que era do PTN) partido nanico e sem expressão na política estadual, o novo prefeito Luiz Antonio carrega uma responsabilidade grande nas costas. Luiz representa o modo PSDB de governar, partido que nos últimos anos alterna o poder estadual com PSB e PMDB, e que tem em seus quadros umas das maiores lideranças políticas da Paraíba, o senador Cássio.

Partido que faz contraponto ao modo PSB de governar, e tem Campina Grande, Patos,  e Guarabira como bons exemplos de gestão.

Se Luiz Antonio errar, é o PSDB quem erra junto. E numa política acirrada e de vale-tudo, ele poderá virar um bom (ou mau) exemplo nos debates eleitorais que se aproximam.

Ou seja, Luiz Antonio não tem responsabilidade apenas com o povo de Bayeux, tem com o seu partido também.

Ainda mais pela forma inusitada com que ascendeu ao poder municipal, colocando a cidade de Bayeux na mira da imprensa paraibana e do judiciário.

Parafraseando a épica frase de Júlio César sobre sua esposa Pompéia: Luiz Antonio não basta ser honesto, deve parecer honesto.

Comentar com Facebook

Comentários

COMPARTILHAR