Ministério Público dá parecer pela manutenção da prisão de Berg Lima

Se depender de Octávio Celso Gondim Paulo Neto, promotor de Justiça e coordenador do Gaeco, o prefeito afastado, Berg Lima, vai passar mais alguns dias na cadeia. De acordo com seu parecer pela manutenção da prisão preventiva, o promotor tem receio que Berg volte a extorquir empresários e cometa mais crimes em Bayeux:

“Há o fundado receio de que o denunciado continue praticando ilícitos penais naquele município, utilizando do seu conhecimento e da sua posição política para novas exigências de vantagens indevidas, bem como a cobrança e recebimento de vantagens indevidas de exigências pretéritas à sua prisão e o seu afastamento do cargo, além de poder interferir nos trabalhos da atual gestão no município, assim como nos trabalhos de agentes públicos da edilidade”, cita o parecer assinado por Octávio Celso Gondim Paulo Neto, promotor de Justiça e coordenador do Gaeco, e Manoel Cacimiro Neto, também promotor de Justiça e membro do Gaeco.

Berg foi preso em flagrante desde o último dia 5 e aguarda o julgamento de um habeas corpus no Tribunal de Justiça. Caso o juiz Marcos William, em decisão monocrática, acate o parecer do Ministério Público, Berg continuará preso.

Polítika com Blog do Diego Lima

Comentar com Facebook

Comentários

COMPARTILHAR