A missão de Luis Antônio, o novo prefeito de Bayeux

Conhecido por ser uma pessoa centrada e séria, o novo prefeito de Bayeux assume com a missão de cumprir com o que foi prometido na campanha: a construção de uma cidade decente para seu povo.

Será difícil? Não.

Basta Luis Antonio não copiar os erros de Berg Lima e colocar o bem-estar da população acima de tudo.

Luis Antonio não pode fazer como Berg Lima e comprar todos os vereadores com cargos. Segundo fontes confiáveis, na prefeitura de Bayeux tem cota de 20, 30 e 50 cargos, dependendo do vereador.

Além de ser errado, representa um custo enorme para a cidade, incha a folha de pessoal e retira dinheiro que deveria ser usado para a saúde, infraestrutura, etc. E toda gestão precisa de uma oposição para não se deixar relaxar e corrigir as falhas apontadas.

A oposição faz parte da democracia.

Luis Antonio tem o dever de moralizar a gestão, e como empresário que não precisa da política para sobreviver, ele é a pessoa certa no lugar certo. Mas vai precisar de pulso firme para trocar todos os secretários, coordenadores e diretores. Além de demitir todos os comissionados e contratados, fazendo um novo censo do funcionalismo e botando para fora os funcionários fantasmas da gestão Berg Lima.

Assumir a gestão e manter a mesma estrutura de Berg Lima será meio caminho andado para o insucesso. E Bayeux não suporta mais uma aventura.

É preciso também cumprir com o que Berg prometeu e cortar na carne para enfrentar a crise econômica, reduzindo o próprio salário e dos secretários. Assim o novo prefeito vai mostrar na prática que tem compromisso com a cidade e está se esforçando para superar a crise.

Diferente de Berg Lima, Luis Antonio precisa valorizar a mão de obra local, pois Bayeux tem muita gente competente e não precisa exportar ninguém de João Pessoa ou Santa Rita.

O povo de Bayeux acreditou na mudança e merece uma cidade decente. E não aguenta cair novamente nas mãos de um incompetente.

Desejo sorte ao novo prefeito.

Certamente ele sabe o que não fazer…

 

Comentar com Facebook

Comentários

COMPARTILHAR