O desafio de Lucélio Cartaxo e a estadualização da “gestão por resultados”

Confirmado como pré-candidato a governador pelo maior bloco da oposição – que reúne os prefeitos de Campina e João Pessoa, os senadores Cássio Cunha Lima e Raimundo Lira, além da maioria dos prefeitos das 20 maiores cidade da Paraíba -, Lucélio Cartaxo terá o desafio de estadualizar e defender o projeto do irmão como alternativa para a Paraíba.

A “gestão por resultados”, como classifica o próprio prefeito Luciano Cartaxo, conta hoje com mais de 70% de aprovação em João Pessoa e deverá ser a vitrine da campanha do irmão, garantindo que seu eventual governo não seria um tiro no escuro.

Na Grande João Pessoa, Cartaxo – o prefeito – seria o “garantidor” do outro Cartaxo.

Para isso Lucélio não pode titubear na defesa do modelo de “gestão por resultados” e precisa dominar os problemas da Paraíba e apontar soluções objetivas. Como barrar a crescente onda de violência? Como diminuir a maior carga tributária do Nordeste? Como melhorar a educação e o IDEB que cai a cada avaliação desde o primeiro ano do governo Ricardo?

Lucélio já tem o recall da campanha de 2014 ao Senado, inclusive com discursos calorosos de Ricardo Coutinho, que agora vai dizer que ele não presta. Também conta a favor de Lucélio o voto cassista no estado e a chancela de Romero Rodrigues em Campina Grande.

Mas será o projeto apresentado e a capacidade de defendê-lo nos debates, guia eleitoral e comícios que vai determinar o sucesso da oposição.

Comentar com Facebook

Comentários