ORCRIM GIRASSOL: Delação do fim do mundo também compromete Comunicação nos governos de Ricardo Coutinho

O jornalista Suetoni Souto Maior, do Jornal da Paraíba, revelou nesta quinta, 25, uma nova linha de investigação a partir da delação de Livânia Farias, mulher de confiança de Ricardo Coutinho já identificada como “o caixa” da ORCRIM girassol pela força-tarefa da Operação Calvário.

Uma dessas novas linhas de investigação diz respeito à área da Comunicação. A ex-auxiliar dos governos do PSB deu detalhes sobre como empresas que prestam serviço ao Estado teriam sido usadas para fazer pagamentos a aliados sem que isso impactasse as contas da administração pública. O caso está sendo analisado pelos investigadores, que iniciaram um intrincado trabalho de cruzamento de informações.

Parece que na delação do fim do mundo não vai escapar ninguém.

Nem índio…

Comentar com Facebook

Comentários

COMPARTILHAR