POR UNANIMIDADE: Câmara acata pedido de cassação e Berg Lima terá 10 dias para apresentar defesa

A pressão popular funcionou e a Câmara Municipal de Bayeux acatou por unanimidade o processo apresentado pelo vereador Adriano Martins para cassar o mandato do prefeito afastado, Berg Lima. O processo foi analisado durante sessão extraordinária realizada na tarde desta segunda-feira (17).

Depois de notificado, o prefeito afastado terá 10 dias para apresentar sua defesa. A cidade está curiosa para saber a versão de Berg Lima, pois seus seguidores dizem que foi armação, mesmo o vídeo não deixando brechas para dúvidas. No entanto, ninguém explica como foi a tal armação.

Nas galerias, moradores gritavam “Fora Berg”, enquanto na frente da Câmara, várias pessoas protestavam contra o prefeito.

A partir do recebimento do pedido, uma Comissão Especial será constituída para analisar as denúncias imputadas ao prefeito afastado.

Depois de votado o parecer da comissão, a Casa já poderá deliberar ou não por um afastamento. Só então, inicia-se a fase de audiências e elaboração do parecer final, que também irá a plenário. Todo o processo de cassação poderá durar no máximo 90 dias.

Berg Lima foi afastado após ser preso em flagrante recebendo suposto pagamento de propina de um fornecedor da Prefeitura de Bayeux. Ele permanece detido na sede no 5º Batalhão de Polícia Militar, em João Pessoa.

Comentar com Facebook

Comentários


COMPARTILHAR