Prefeito de Caaporã dribla a crise econômica e gestão se destaca na Grande João Pessoa

Em tempo de vacas magras, o carinho com a coisa pública faz toda a diferença. No seu primeiro mandato como prefeito, Kiko Monteiro (PDT) tem provado que é possível fazer diferente, mesmo após herdar uma cidade literalmente destruída e repleta de dívidas.

A visão empresarial de Kiko – que vem da iniciativa privada – tem ajudado a cuidar da cidade. Só quem já passou por dificuldades na vida e iniciou seus negócios ainda jovem, vendendo farinha na feira, sabe o valor de cada centavo que chega nos cofres da prefeitura.

Em apenas cinco meses de gestão, Kiko já paga o funcionalismo em dia, limpou o lixo da cidade, regularizou a coleta, melhorou a iluminação pública em Caaporã e Cupissura e começa a pagar os salários atrasados deixados pelo antecessor.

Mais articulado que o antigo prefeito, Kiko transita muito bem em Brasília, o que tem ajudado em pautas importantes, como a volta do Banco do Brasil para Caaporã e os caixas eletrônicos da Caixa Econômica. A proximidade com a vice-governadora Lígia Feliciano tem aberto portas no governo do Estado.

Kiko Monteiro tem sido uma exceção na Grande João Pessoa, e até agora tem honrado o slogan da campanha: capacidade pra reconstruir Caaporã.

Comentar com Facebook

Comentários


COMPARTILHAR