Líder do Governo Ricardo reconhece atraso na obra da Perimetral Sul

O líder do governo do Eatado na Assembleia, deputado Hervázio Bezerra, reconheceu, nesta segunda-feira, em entrevista a um repórter da CBN, que as obras da Perimetral Sul estão “bastante atrasadas”:

O líder socialista admitiu também que o governo teve problemas com empresas contratadas, fato que seria a causa do atraso da Perimetral Sul.
As obras da rodovia de responsabilidade do governo do Estado estão com atraso de 4 anos. Foram iniciadas em setembro de 2013, com prazo de 240 dias para conclusão, mas até agora estão se arrastando lentamente.
Os problemas com empresas a que o líder Hervázio Bezerra se refere foram a rescisão de dois contratos, com as construtoras Novatec e Agra, por razões não explicadas pelo governo. Uma terceira empresa, a Fênix, está tocando a obra no momento.

Obra triplicou de preço

Outro problema não explicado pelo governo foi o elevado aumento no valor da obra entre um contrato e outro. No primeiro contrato, o custo da obra era estimado em pouco mais de 6,5 milhões, mas agora está orçada em mais de R$ 18 milhões.

Por unanimidade, TRE rejeita pedido de cassação da chapa Berg Lima/Luis Antonio

Por unanimidade, o plenário do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), julgou improcedente, na tarde desta segunda-feira (16), uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime) que pedia a cassação do prefeito e vice de Bayeux, Berg Lima (sem partido) e Luiz Antônio (PSDB), respectivamente.

Durante o julgamento não se discutiu o mérito da ação, mas tão somente o fato de que a demanda teria sido proposta fora dos prazos previstos na legislação. O advogado Marlon Reis, contratado para atuar no caso, alegou que se trata de um debate novo nos tribunais envolvendo as férias dos advogados.

Contudo, o relator do processo, juiz Antônio Carneiro de Paiva Júnior, votou pela rejeição da ação contra a chapa lidera por Berg Lima, como aliás já havia decidido na primeira instância o juiz da 61ª Zona Eleitoral, que julgou extinta a ação, sem resolução de mérito. Ele divergiu apenas nesta questão, entendendo que ação deveria ter sido extinta com resolução de mérito.

O pedido de cassação foi apresentado pelo diretório municipal do Partido Social Liberal de Bayeux (PSL), sob a alegação de que a chapa de Berg Lima teria praticado caixa dois nas eleições de 2016.

Com a derrota no TER-PB, o PSL já anunciou que vai levar o caso para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os Guedes

Luciano Cartaxo: “Sertão precisa de mais atenção na saúde”

Avaliado como melhor gestor público da Paraíba, segundo apontou o Conselho Federal de Administração (CFA), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, visitou no último domingo (15/10) o município de Piancó, no Sertão. A convite do prefeito Daniel Galdino e da ex-prefeita Flávia Galdino, Cartaxo apresentou o modelo de gestão por resultados que vem sendo implantado na Capital, recentemente apontada com a maior qualidade de vida do Nordeste. Depois de ouvir vereadores de Piancó e lideranças de diversos outros municípios da região, Luciano defendeu um novo padrão nos serviços oferecidos à população e disse que o “Sertão precisa de mais atenção na saúde pública”.

De acordo com Luciano, que administra a maior rede UPAs da Paraíba, é necessário ter planejamento e trabalho para trazer a saúde para mais perto da população. “A saúde é um grande desafio no país inteiro. Mas, como sertanejo, sei que as dificuldades na região são ainda maiores. Ás vezes, o paciente que precisa de atendimento especializado passa mais tempo na estrada do que no hospital. A população ainda aguarda novas maternidades e unidades regionais. É preciso inverter prioridades, reduzindo distâncias e trazendo novos serviços para a região”, afirmou.

O gestor defendeu que as eleições só acontecem em 2018, mas que o debate em torno da Paraíba do futuro precisa ser feito agora. “O governo precisa reconhecer o que faltou. E faltou dar um passo à frente no cuidado com as pessoas. Como prefeito da maior cidade do estado, quero participar ativamente deste debate, com a certeza de que podemos avançar com resultados que cheguem na vida da população”, disse.

Gestão – Para Luciano Cartaxo, o modelo de gestão da Capital tem sido uma referência dentro e fora de país, mesmo no período de crise, por aliar desenvolvimento com qualidade de vida. “Temos trabalho, metas estabelecidas e objetivos que estão sendo cumpridos. Mas fazemos isso com diálogo, respeito e transparência”, apontou.

O prefeito apresentou resultados importantes desenvolvidos em João Pessoa, como a maior rede creches da Paraíba, com 50 novas unidades em tempo integral para 13 mil estudantes, o programa de habitação que está alcançando a marca de 6 mil casas já entregues, além de avanços outros avanços na saúde, como a implantação do Hospital Infantil, com a primeira UTI Pediátrica da Capital, e o programa Gerente Saúde, que traz profissionais para acompanhar e supervisionar o atendimento feito à população nos postos de saúde.

PERIMETRAL SUL: Governo Ricardo vai levar 5 anos para concluir via de apenas 10km

A boa avaliação do governo Ricardo advém mais da propaganda institucional milionária e do “calaboca” da imprensa do que das ações propriamente ditas. Um bom exemplo de que o governo do PSB não é tudo aquilo que tentam vender é a obra da Perimetral Sul, via de apenas 10km, mas que se arrasta desde 2013.

O ano já está acabando e a simples obra não deverá ser inaugurada, ficando para 2018, ou seja, 5 anos. É como se o governo demorasse 1 ano para construir apenas 2km de pista. O mais curioso é que o valor da obra já saltou de R$ 6,5 milhões para R$ 17,9 milhões. Os dados são da própria Secom.

Outra demonstração de “agilidade” é o hospital metropolitano de Santa Rita, prometido na campanha de 2010, mas com a obra iniciada em 2014. E só deve ser finalizado em 2019.

Para quem prometeu (em 2010) 40 anos em 4, Ricardo Coutinho precisou de dois mandatos para concluir algumas promessas do primeiro.