Provável presidenciável pelo PSB, Joaquim Barbosa ignora Ricardo Coutinho durante reunião do partido

Acostumado com os puxa-sacos da Paraíba, o governador Ricardo Coutinho levou um gelo e foi ignorado pelo ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, no encontro do PSB, em Brasília.

Ricardo não gostou e fez cara feia. Mais feia que o habitual.

Joaquim sabe que Ricardo é oportunista e só pensa em seu umbigo, e trabalha por uma aliança com o PT e Lula para tentar apimentar a candidatura do insosso Azevedo.

Azedou pro Mago…

Cartaxo comemora apoio do PSD: “Estamos fortalecendo este sentimento em torno de uma Paraíba comprometida com as pessoas”

Em viagem ao Sertão paraibano, onde cumpriu agenda em Sousa e agora segue para Catolé do Rocha, o pré-candidato ao governo do estado, Lucélio Cartaxo (PV), comentou, nesta sexta-feira (20), a aliança programática firmada com o Partido Social Democrático (PSD). “Estamos fortalecendo este sentimento em torno de uma Paraíba comprometida com as pessoas e com os bons resultados. Vamos seguir firmes com este propósito, dialogando com os partidos e com a população”, disse.

Em uma semana, a pré-candidatura de Lucélio já recebeu os apoios do PSDB, DC (antigo PSDC) e agora do PSD. Cartaxo, que participou de forma direta da articulação junto ao partido, indicou que “a aliança programática com o PSD só reforça esse compromisso com uma agenda que olha para o futuro”. Também ressaltou que esse “é mais um passo decisivo na nossa caminhada, que vem crescendo e se consolidando pelo diálogo e pela força da união pela Paraíba”, mencionou.

O PSD é uma das siglas com a maior bancada na Câmara Federal, com 51 deputados. Ainda durante esta semana, Cartaxo se reuniu com o presidente estadual do partido, Rômulo Gouveia, e com o senador Raimundo Lira. No Sertão, o pré-candidato do PV viajou na manhã de hoje para Catolé do Rocha, onde cumpre agenda.

Joesley diz ter pago mesada a Aécio durante dois anos

O empresário Joesley Batista declarou à Procuradoria-Geral da República que fez repasses de R$ 50 mil mensais a Aécio Neves, do PSDB, durante dois anos. A forma de pagamento era por meio de uma rádio cujo um dos sócios era o senador mineiro. Joesley afirma que o senador solicitou os pagamentos durante um encontro de ambos no Rio de Janeiro, alegando “custeio mensal de suas despesas”.

O empresário da JBS apresentou 16 notas fiscais emitidas entre 2015 e 2017 pela Rádio Arco Íris, afiliada da Jovem Pan em Belo Horizonte. Nas notas fiscais, a JBS está como empresa cobrada.

AZEDOU PARA JOÃO: Veneziano se filiou ao PSB para ser o plano B de Ricardo Coutinho

Uma fonte ligada ao governo informou ao Polítika que a filiação de Veneziano ao PSB tem um propósito maior que a disputa ao Senado. Cristão novo no jardim dos girassóis, Veneziano é o plano B de Ricardo Coutinho para o iminente fracasso da pré-candidatura de Azevedo.

A informação encontra verossimilhança no fato de Veneziano não ter se filiado ao Podemos, partido que ele controla e viabilizaria a sua candidatura ao Senado, do mesmo jeito, e sem ficar refém de Ricardo Coutinho.

Por que então torna-se dependente de um político que já traiu Deus e o mundo e uma banda da lua?

Filiado ao PSB e usando o 40, Veneziano agrega mais elementos para se apresentar como a continuidade do atual governo.

Azedou pra João Azevedo…

E caso Veneziano seja mesmo o candidato, Ricardo vai ter que explicar ao povo paraibano como o seu juízo de valor sobre o então adversário mudou da água para o vinho:

 

Entidades de classe da Polícia Federal se articulam para eleger representantes na Câmara; Geraldo Amorim é o escolhido na Paraíba

Policial Federal aposentado e ex-vereador de João Pessoa, Geraldo Amorim é o escolhido na Paraíba para representar a categoria nas eleições, almejando uma vaga de deputado federal. Amorim conta com o apoio da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais – APCF, que vai lançar um candidato identificado com a categoria em cada estado da federação.

A ideia é eleger um bancada para fazer lobby no Congresso e defender os interesses da categoria e fortalecer o combate à corrupção no Brasil.

Assim como a bancada dos evangélicos, dos ruralistas e tantas outras, agora também vai surgir a bancada da Lava-Jato, mas no bom sentido.

Promessa de renovação, Amorim foi vereador de João Pessoa por dois mandatos e não disputou o terceiro porque sempre foi contra mais de uma reeleição no legislativo. Nos últimos 6 anos ocupou a secretaria de segurança de João Pessoa e foi o responsável pela modernização e aparelhamento da Guarda Municipal.