Calvário completa 80 dias sem realizar operação; e delação de Livânia Farias ainda não gerou novas fases

A última fase da Operação Calvário prendeu Maria Laura no dia 30 de abril, ex-assessora da Procuradoria Geral do Estado, que era comandada por Gilberto Carneiro. Segundo a decisão judicial determinando a operação, a prisão de uma das operadoras da ORCRIM Girassol foi baseada na delação de Leandro Nunes, ex-assessor de Livânia Farias.

Ou seja, as informações da delação de Livânia ainda não motivaram nenhuma fase.

A mulher de confiança de Ricardo Coutinho foi solta no dia 23 de abril, mas desde então, sua colaboração premiada continua preservada. Intocada.

O mecanismo joga pesado.

Sinto um cheiro de pizza no ar…

‘Pretendo beneficiar filho meu, sim’, diz Bolsonaro sobre indicação de Eduardo para embaixada nos EUA

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou, em transmissão ao vivo no Facebook, nesta quinta-feira, que pretende indicar o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada nos EUA. Bolsonaro disse que o filho só não irá para a embaixada se não quiser ou se não for aprovado pelo Senado.

— Lógico, que é filho meu, pretendo beneficiar filho meu, sim. Pretendo, se puder, dar filé mignon, eu dou, mas não tem nada a ver com filé mignon, nada a ver, é realmente, nós aprofundarmos um relacionamento com um país que é a maior potência econômica e militar do mundo — disse

Na defesa de seu filho, o presidente disse que, se quisesse, poderia até colocar o deputado como ministro de Relações Exteriores e mandar o atual ministro, Ernesto Araújo, para a embaixada em Washington.

— Se eu quiser hoje, eu não vou fazer isso jamais, chamo o Ernesto Araújo, falo: O Ernesto vai para Washington, que eu vou botar o Eduardo no Ministério da Relações Exteriores — afirmou.

Onda de solidariedade: Prefeitura de Caaporã deve assinar convênio com Hospital Napoleão Laureano

A Prefeitura Municipal  de  Caaporã,  sinalizou disposição em assinar convênio com o Hospital Napoleão Laureano, integrando ação espontânea de prefeituras paraibanas que se solidarizam com a instituição, referência no tratamento do câncer e que atende pacientes de todas as regiões da Paraíba.

O Prefeito  Kiko Monteiro recebeu os conselheiros da Fundação Napoleão Laureano, Vinícius Pessoa Barreto  e José Pereira, além do Diretor Financeiro da Fundação Napoleão Laureano Marcelo Lucena, para discutir o convênio que pode viabilizar repasses mensais ao hospital. Antes, será  submetido  um projeto de lei para aprovação da Câmara Municipal.

O Prefeito destacou a importância do Napoleão Laureano, que acolhe moradores de Caaporã, e frisou a importâncias das gestões municipais colaborarem no custeio do hospital, garantindo a continuidade dos atendimentos.