Mesmo sem mandato, Cássio já fez mais pelo país em 2019 do que Daniella Ribeiro

Enquanto a senadora Daniella Ribeiro se lambuza com sorvetes, paga almoço pra bacana com dinheiro público e brinca de levar gente pra passear em Brasília no ridículo projeto ‘você no Senado’, o ex-senador Cássio Cunha Lima comemora a aprovação da PEC, de sua autoria, que cria a Polícia Penal.

Agora os estados poderão ter uma polícia especializada para assumir o controle definitivo dos presídios que em muitos lugares se transformaram no quartel general do crime organizado.

Cássio destaca que o trabalho dos agentes penitenciários será valorizado, a PM ficará liberada para sua atividades nas ruas e a Polícia Civil com mais tempo para as imprescindíveis investigações.

Será que em 2020 Daniella vai acordar para vida e entender que ela é uma senadora da República, e não uma presidente de grêmio estudantil?

O eleitor não quer saber de ‘você no Senado’, mas do trabalho dela no Senado…

Deputado Pedro Cunha Lima já pediu mais de meio milhão de reais em reembolso à Câmara por gastos com divulgação do mandato

 

ORCRIM GIRASSOL: Ex-vereador do PSB acredita que próxima fase da Operação Calvário vai chegar nos chefes

Renato Martins, ex-vereador do PSB, acredita que a próxima fase da Calvário vai alcançar os chefes da organização criminosa que saqueou os cofres do Estado.

Segundo os deputados Walber Virgolino e Cabo Gilberto, um dos chefes da ORCRIM seria o ex-governador Ricardo Coutinho.

A próxima Operação Calvário terá chefes no meio. Sim, não errei no uso do plural. O Núcleo político da ORCRIM se subdividirá em instituições, e além do chefão maior e seu entorno, se verá com nitidez, autonomia relativa de outros atores em suas esferas de silêncio, cumplicidade e intercâmbio de benefícios. Tudo dentro da mesma engrenagem e dilapidando a mesma fonte é claro. Num jogo onde ninguém podia mais falar de ninguém e em vez de conflito optaram cooperar… Aí se lambuzaram!“, disse Renato.

Sob o comando político de Ricardo Coutinho, PSB vira sinônimo de corrupção na Paraíba

Ruy Carneiro quer que Governo comprove a todo cidadão como gastou valor recolhido no Imposto de Renda

Brasília – “Você sabe como o que você paga de imposto de renda é efetivamente aplicado pelo Governo Federal?”. Partindo deste questionamento, o deputado federal Ruy Carneiro apresentou no Congresso Nacional um projeto de lei (PL 5880/2019) que cria o Demonstrativo Individual de Financiamento do Orçamento Geral da União (DIFOG).

“Minha intenção é dar total transparência a como é aplicado o imposto pago pelo cidadão que declara o IR. Detalhar como todo valor recolhido financia as áreas atendidas pelo orçamento público, a exemplo da saúde e educação”, explica Ruy.

Pela proposta do parlamentar paraibano, ao enviar o Imposto de Renda anual, o declarante receberá automaticamente o extrato de como o Governo gastou o recurso arrecadado no ano anterior.

O extrato trará, por exemplo, quanto foi direcionado para a folha de pagamento do servidor público, para a Previdência Social, com juros e encargos da dívida, material de consumo, serviços de terceiros e outras despesas correntes.

“Este é um modelo de transparência já aplicado em Países como a Austrália e que é exigido por todos nós que queremos um novo Brasil. As pessoas precisam ter oportunidade de saber para onde o dinheiro delas está indo”, defende Ruy.

Presidente da Câmara de Bayeux rechaça boatos e justifica o valor da reforma do prédio

O vereador Jefferson Kita, presidente da Câmara Municipal de Bayeux, desmentiu informações divulgadas por setores da imprensa, dando conta de gasto inexistente apenas com a pintura do prédio do legislativo bayeuxense e recente reforma, inaugurada no último mês de agosto. Para o parlamentar, “esse tipo de notícia plantada na mídia” visa apenas confundir a população para desviar o foco dos verdadeiros problemas que assolam a cidade.

Kita ressaltou que o trabalho realizado à frente da Casa Severaque Dionísio tem gerado fatos positivos, citando ações como a doação que vereadores e servidores da Câmara passaram a fazer ao Hospital Laureano, tornando-se pioneira nesse tipo de ação em todo Estado.

“Fiquei surpreso com a matéria, já que a Câmara de Bayeux vem se destacando com uma gestão equilibrada, uma gestão independente, que ganhou credibilidade e que sai na imprensa, não de uma maneira negativa, e sim de maneira positiva, como a primeira câmara a fazer a doação ao Hospital Laureano, por meio de um convênio onde se desconta mensalmente dos salários de vereadores e servidores ajudando o hospital”, disse.

“A Câmara de Bayeux entregou um anexo com mais dois gabinetes, sala de reuniões, estacionamento com garagem, coisa jamais vista na Casa, além de fazer toda reforma e pintura. Podemos dizer que a Câmara hoje está impecável, pois todas as pessoas que a frequentam sentem a diferença. A ‘casa do povo’ tem todo o conforto que ela merece. O dinheiro da Câmara está sendo empregado na própria Câmara, porque o poder é permanente, mas os mandatos são passageiros. Enquanto eu estiver presidente, vou a conduzir de maneira transparente como sempre foi”, completou Kita.

O vereador afirmou não haver fundamento nas denúncias “infundadas” que, segundo ele, buscam desestabilizar a Casa. Kita ainda chamou a atenção para o tamanho da estrutura física da Câmara, que é a terceira maior do Estado.

“A gente recebeu com surpresa essa denúncia que ninguém sabe de onde partiu, até porque não tem fundamentação nenhuma. A Câmara de Bayeux, em termos de estrutura física, poucos sabem, mas está entre as três maiores câmaras da Paraíba. São mais de 300 metros de área construída, com todo um aparato físico significativo. É importante destacar que foi feito o serviço de pintura numa edificação que possui 17 gabinetes, mais cinco salas – entre plenário, galeria, secretaria legislativa, tesouraria e corredores, além de uma área externa muito grande. Aliás, não foi feita só a pintura do prédio, mas também todo um trabalho de restauração de paredes, recuperação de gesso e pintura de muros, comprovando que fizemos a reforma completa”, ressaltou.

“Então, se pararmos para analisar, veremos que R$ 17 mil ficou até abaixo do preço de mercado com esses mais de 300 metros de área construída pintada. Inclusive, o valor de R$ 17 mil da despesa com a nossa reforma está bem abaixo do preço da tabela SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices), que é a tabela que regula os preços de obras públicas”, explicou.

Kita destacou ainda o fato de a Câmara de Bayeux jamais ter feito qualquer gasto com diárias, viagens, cursos ou congressos, diferente, segundo ele, da grande maioria das casas legislativas municipais espalhadas pelo Paraíba.

“Isso nos orgulha bastante, já que somos uma das poucas câmaras da Paraíba que não fez nenhum pagamento de diária, não pagou um centavo de diária, enquanto algumas casas gastaram milhões, outras gastaram quantias significativas e outras nem tanto. Quase todas têm gasto com diárias para viagens e congressos, mas a Câmara de Bayeux, com muito orgulho, é uma das poucas câmaras que não tem um centavo pago a nenhum vereador de diária para nenhuma viagem. A nossa câmara se comporta de maneira austera, transparente e mostrando credibilidade”, finalizou o presidente.

Cássio comemora aprovação da PEC que cria a Polícia Penal: “É o legado que deixo para as novas e futuras gerações”

O ex-senador Cássio Cunha Lima comemorou a aprovação da PEC, de sua autoria, que cria a Polícia Penal:

Ontem escrevi mais um artigo da Constituição Federal. A Câmara dos Deputados aprovou em caráter definitivo a PEC, de minha autoria, que cria a Polícia Penal. Um importante reforço para o sistema de segurança pública do Brasil.

Os Estados, agora, podem ter uma polícia especializada para assumir o controle definitivo dos presídios que em muitos lugares se transformaram no quartel general do crime organizado. O trabalho dos agentes penitenciários será valorizado, a PM ficará liberada para sua atividades nas ruas e a Polícia Civil com mais tempo para as imprescindíveis investigações.

Enfim, um passo importante para atender um clamor da sociedade: mais segurança pública! Estou feliz em ver o fruto do meu trabalho no Senado prosperando mesmo eu estando fora da política.

A Polícia Penal se soma a outros trechos da Constituição Federal da minha autoria: transporte coletivo gratuito para os idosos, aposentadoria do trabalhador rural com a garantia do pagamento do salário mínimo.

É o legado que deixo para as novas e futuras gerações na busca por um Brasil melhor”. Cássio Cunha Lima

Vereadores turistas de Santa Rita são soltos após audiência de custódia

Os onze vereadores de Santa Rita e ainda o contador da Câmara Municipal foram soltos na madrugada desta quinta-feira (7). Eles foram detidos na madrugada desta quarta ao voltarem da cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, para onde teriam ido com o objetivo de participar de um evento voltado para a capacitação de parlamentares. Investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba, e da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), no entanto, mostraram que o evento era de fachada e que os parlamentares teriam viajado para fazer turismo.

Eles foram ouvidos pela juíza Maria dos Remédios durante quase oito horas no Fórum de Santa Rita. A magistrada entendeu que houve legalidade nas prisões em flagrante, porém, não havia plausibilidade para mantê-las. Os suspeitos foram ouvidos individualmente e cada uma das audiências durou entre 20 e 40 minutos. Remédios também decidiu, a título de medidas cautelares, que os vereadores ficam impedidos de viajar para eventos e também de receberem diárias. Não houve impedimento sobre o retorno aos cargos. Ao todo, eles torraram R$ 1,3 milhão com a rubrica desde o início da legislatura, em 2017.

A magistrada determinou, também, buscas na Câmara Municipal para recolher computadores e documentos, que serão periciados. De acordo com dados do portal de transparência da Câmara Municipal, só com a viagem a Gramado, os vereadores receberam R$ 69 mil, além da diária paga ao contador da Câmara, que viajou com os vereadores.

Veja a lista dos vereadores

1 – Anesio Alves de Miranda Filho
2 – Brunno Inocencio da Nóbrega Silva
3 – Carlos Antônio da Silva
4 – Francisco de Medeiros Silva
5 – Diocélio Ribeiro de Sousa
6 – Francisco Morais de Queiroga
7 – João Evangelista da Silva
8 – Ivonete Virgínio de Barros
9 – Marcos Farias de França
10 – Sérgio Roberto do Nascimento
11 – Roseli Diniz da Silva

Confira os gastos com diárias ano a ano na Câmara de Santa Rita

2017……………………..R$ 316.711,88

2018……………………..R$ 425.798,00

2019……………………..R$ 585.492,24

O evento tinha previsão de ocorrer entre os dias 31 de outubro e 4 deste mês, no Laje de Pedra Hotel Resort, em Gramado. O evento ocorreria no mesmo período do Natal Luz, no principal roteiro turístico do Rio Grande do Sul, que ocorre neste ano entre os dias 24 de outubro de 2019 e 12 de janeiro de 2020. A pedido do Gaeco da Paraíba, membros do Ministério Público do Rio Grande do Sul acompanharam o roteiro dos vereadores paraibanos.

A primeira surpresa deles foi a de que no local indicado pelo folder como endereço do evento, não havia qualquer programação. Depois de uma varredura em pelo menos 30 hotéis, se descobriu que o suposto evento ocorreria no Hotel Villa do Aconchego, em Gramado/RS. E sabe o curioso? O “grandioso” evento promovido pelo Instituto de Capacitação de Agentes Públicos (Icap) contava com a participação apenas dos vereadores paraibanos. Havia uma única exceção, um vereador de Lagarto, em Sergipe.

O Ministério Público, durante a investigação, constatou que as “palestras” ocorreram em dias específicos, por poucas horas, e o resto do tempo era preenchido com passeios pelas cidades de Gramado e Canela. Praticamente todos os vereadores levaram acompanhantes para o “evento”. A palestrante única era Joeli Cruz (SE), que é servidora da Câmara Municipal de Barra dos Coqueiros/SE. A empresa de palestras, vale ressaltar, embolsou R$ 58.200,00 da Câmara de Santa Rita só neste ano. Em 2018, foram mais R$ 49.200,00.

Suetoni Souto Maior