HORA H: Heron Cid estreia programa na web com mais de 10 rádios em cadeia; confira o vídeo de apresentação

O jornalista e amigo Heron Cid estreia na próxima segunda, às 18h, um projeto pioneiro na Paraíba; a primeira rede híbrida e autônoma de informação do estado, a Rede Mais, que leva o nome do já consagrado MaisPB.

Desejo sorte e sucesso a um dos melhores e mais completos comunicadores da Paraíba. Um dos poucos a crescer na carreira sem uma ‘mãozinha’ de político.

 

O primeiro produto da Rede será o programa Hora H, com Heron Cid, transmitido em conexão estadual de segunda à sexta-feira, estreando no dia 2 de dezembro.

Cartão de apresentação da Rede Mais, o programa ancorado por Heron Cid será gerado a partir dos estúdios do Portal MaisPB, em João Pessoa

“Este projeto vem como fruto desse admirável novo mundo digitalizado, onde todas as plataformas se conectam, interagem, se complementam e se completam”, explicou Heron.

Para acompanhar o Hora H, é só acessar www.maispb.com.br ou escolher uma das seguintes rádios.

Rádio Pop 89.3 FM (João Pessoa)

Rádio Cariri 101.1 FM (Campina Grande)

Rádio Pop 105.3 FM (Areia)

Rádio Constelação 92.1 FM (Guarabira)

Rádio Caruá 90.1 FM (Soledade)

Rádio Ind 107.7 FM (Serra Branca)

Rádio Princesa 92.5 FM (Princesa Isabel)

Rádio Conceição 100.3 FM (Conceição)

Rádio Bom Sucesso 101.7 FM (Pombal)

Rádio Progresso 610 AM (Sousa)

Rádio Itatiunga 102,9 FM (Patos)

Fabiano Gomes faz um desabafo e revela motivo do fim da amizade com o deputado Junior Araújo

O comunicador Fabiano Gomes resolveu expor os motivos da sua relação com o deputado estadual Júnior Araujo ter mudado da água para o vinho.

Em resumo, Fabiano ficou puto porque o deputado, então candidato em 2018, não foi solidário no pior momento da sua vida:

“Só para Cajazeiras. Muitos têm me perguntado por que estou, vez ou outra, dizendo as verdades. Mas tem verdade que não se diz né? Mas eu vou dizer. Júnior era como um irmão, assim ele dizia.

E, como todos devem saber, eu passei 34 dias no inferno, simplesmente por esquecer de assinar um documento. Do nosso grupo, Júnior era o único que tinha condições de me visitar, porque tem OAB. Sabem quantas vezes Júnior foi lá? Zero!

Como alguém que se dizia meu irmão teve tamanho desprezo? Desprezo este que Jeová Vieira Campos não teve. Foi várias vezes me visitar. Desprezo este que Denise também não teve, mesmo sem ter oportunidade de entrar para me visitar, todos os dias ficava do lado de fora tentando ter notícias minhas. Isso sim é coisa de Mãe!

Cito ainda diversas autoridades que lá foram sem nunca terem dito que eram meus irmãos: Trócolli Junior, dezenas de secretários de Estado, Ricardo Marcelo, ex– presidente da Assembleia, Felipe Leitão, que também estava em campanha como Júnior e hoje é deputado Estadual Hugo Mota, deputado federal, gente de alta patente da PM, como o capitão Sidney, API, AMIDI. Todos advogados mais renomados do Estado. #Prontofalei”

Enquanto adversários cochilam, Nilvan segue polarizando com Ricardo Coutinho

O radialista Nilvan Ferreira, pré-candidato a prefeito de João Pessoa, tem aproveitado o vácuo no antiricardismo para polarizar com o ex-governador.

Como na política não existe espaço vazio, Nilvan é quem melhor se posiciona no contraponto a Ricardo – que espertamente – foge do debate.

Nilvan, inclusive, já desafiou o Mago por inúmeras vezes para debater fatos sobre a operação calvário, a prisão de seus amigos (Livânia, Ivan Burity, Leandro e Laura) e o indiciamento de Coriolano Coutinho por participação no esquema de corrupção que ficou conhecido como propinoduto girassol.

Enquanto os adversários seguem sem estratégia, Nilvan já escolheu a sua e aposta na crescente rejeição de RC e nos novos capítulos da Operação Calvário.

Só precisa abandonar o bolsonarismo decadente…

E se Manoel Júnior for o candidato de João Azevedo à prefeitura de João Pessoa?

Após a declaração do prefeito Luciano Cartaxo, de que seu sucessor sairá dos quadros do PV, é evidente que o prefeito disse um não de forma tácita para Manoel Júnior.

Com a nova ordem política da Paraíba mexendo em todas as esferas eleitorais, não duvidem se Manoel Júnior virar o candidato de João Azevedo, ou seja, o candidato da máquina estadual.

Em se concretizando, Mané já pode se considerar no 2 turno, pois para ser competitivo em João Pessoa, um candidato precisa ou da máquina da prefeitura ou do Estado.

A possibilidade foi confidenciada pelo anão que mora debaixo do birô do governador.

Segundo o anão, João estava disposto a lavar as mãos sobre a sucessão municipal, nem atrapalhando nem ajudando RC.

Mas depois dos últimos acontecimentos, João já trata Ricardo como um adversário a ser derrotado.

Manoel Júnior estaria numa posição confortável, pois pode se apresentar como partícipe de uma gestão bem avaliada e também contar com o apoio de um governador também bem avaliado. E claro, daquela ‘forcinha’ eleitoral que só a máquina do Estado tem.

Uma força tão grande que fez Estela Bezerra derrotar Maranhão no 2 turno de 2012 e quase tirar Cícero da disputa.