Renato Martins retorna à CMJP e apresenta projeto destinando recursos de multas às famílias carentes durante a quarentena

O vereador Renato Martins está de volta à Câmara Municipal de João Pessoa e já tem o que mostrar. O ex-socialista apresentou projeto determinando o uso de recursos das multas de trânsito, taxas de alvarás, multas ambientais e as multas do PROCON para apoiar as famílias em quarentena que se encontram em situação de risco e extrema precariedade.

“O mapeamento das famílias e distribuição dos benefícios (remédios, alimentos e outros) será fiscalizado por igrejas, CMJP, OAB, MP e Associações Comunitárias. Prevenir a todos por igual e evitar violência e saques também”, explicou o vereador.

O retorno de Renato Martins à Câmara de João Pessoa é salutar para o parlamento municipal, que na última legislatura tem deixado a desejar com debates infrutíferos e distantes dos problemas da sociedade pessoense.

Emenda de Ruy Carneiro garante ambulância de suporte avançado para o Hospital Universitário Lauro Wanderlei

Um pleito antigo do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), de João Pessoa, foi conquistado por meio de uma emenda do deputado federal Ruy Carneiro. O parlamentar está garantindo a compra de uma ambulância no valor de R$ 290 mil para o hospital do tipo Unidade de Suporte Avançado (USA), capaz de transportar pacientes com as mais diversas situações clínicas.

De acordo com o deputado, o investimento reforça o sistema de saúde da capital em um momento importante. “Ficamos felizes em poder tornar isso uma realidade e, principalmente, por contribuir com o tratamento de tantas pessoas que são atendidas no HU. Além do que, neste momento de crise do novo coronavírus, é fundamental que a gente una todos os esforços para melhorar os serviços de saúde em João Pessoa e por toda a Paraíba”, comentou o deputado.

O gerente de Ensino e Pesquisa do HULW, Ângelo Melo, em nome da gestão do hospital, agradeceu a proposição do deputado Ruy Carneiro, pelo benefício que está possibilitando ao Hospital Universitário. “Este equipamento vem em um ótimo momento. Nós temos uma ambulância com quase 10 anos de funcionamento, que já não atende nossas necessidades. E esta nova, com mais equipamentos, permitirá transportar pacientes nas mais diversas situações de saúde. Aperfeiçoando o cuidado que oferecemos a pacientes de toda a Paraíba”, comentou o gestor.

Ruy destacou ainda que os atendimentos decorrentes do novo coronavírus se somam à demanda de atendimento que já é alta na rede hospitalar paraibana. “Nosso panorama já era bastante complicado, concentrando o volume de atendimentos dos moradores de João Pessoa e do interior da Paraíba. Com a pandemia, esta situação tende a piorar. Então, todo esforço é válido. E uma ambulância totalmente equipada vai trazer muitos benefícios para a população,” pontuou.

Assessoria

Pré-candidato a prefeito de Campina Grande copia postagem de ACM Neto sobre a crise econômica e o coronavírus

Parece que o estagiário que toma conta do Twitter de Artur Bolinha, pré-candidato a prefeito de Campina Grande, andou plagiando pensamentos alheios nas redes sociais.

Dois posts idênticos no conteúdo, mas ‘maquiado’ na forma, foram copiados quase que ipsis litteris do Twiiter de ACM Neto, prefeito de Salvador:

O blog conferiu o horário das postagens, comprovando que os tuítes de ACM Neto foram feitos 3h antes dos posts do empresário campinense.

Mas o que importa é a intenção, né? É um verdadeiro escárnio que os bancos continuem obtendo lucros exorbitantes mesmo durante uma pandemia mundial, enquanto governos assistem a inevitável ruína das contas públicas. É o pós-capitalismo-selvagem!

Luciano Cartaxo determina suspensão temporária de pagamentos dos empréstimos do Banco Cidadão

Um dia depois de assegurar 4 mil cestas nutricionais para comerciantes informais, catadores da coleta seletiva e famílias do cadastro social, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, determinou, nesta quarta-feira (1), a suspensão temporária do pagamento de empréstimos que precisariam ser quitados com o Banco Cidadão. Esta é mais uma medida adotada a partir do Núcleo Intersetorial de Prevenção e Cuidados em relação ao novo Coronavírus, como forma de minimizar os efeitos causados pela pandemia da Covid-19 na saúde e também na economia do município. O benefício se estende a 1.462 micro e pequenos empresários da Capital, que podem voltar a pagar seus empréstimos, já realizados, somente a partir do mês de julho.

“Já adotamos uma série de medidas visando reduzir o risco de transmissão do novo coronavírus em João Pessoa, com o isolamento social e o reforço da rede de saúde. Ao mesmo tempo, avançamos com um conjunto de ações de proteção social, com cestas nutricionais e refeições distribuídas em escolas, creches, cozinhas comunitárias e restaurantes populares. Esta ação, realizada agora com o Banco Cidadão, busca atender aos micro e pequenos empreendedores já beneficiados pelo programa. Por isso determinei que as prestações dos empréstimos de março a junho sejam suspensas, sendo disponibilizadas para o final dos contratos”, explicou o prefeito Luciano Cartaxo.

A medida é resultado de uma orientação do prefeito para que a Secretaria de Produção, Trabalho e Renda (Setrab) faça a renegociação da dívida de empréstimos já contraídos pelas empresas. O benefício está assegurado a todos os clientes do Banco Cidadão que estavam adimplentes até fevereiro deste ano, o que representa um total de 1.462 contratos, sendo 187 do setor de produção, 824 do setor do comércio e 451 do setor de prestação de serviços. De acordo com levantamento da Setrab, 5.092 prestações que seriam pagas ao poder público municipal poderão ter seus pagamentos suspensos nestes quatro meses, sendo acrescidas ao final do contrato de cada beneficiário. Juntas, elas somam mais de R$ 1,5 milhão.

Assim que os atendimentos presenciais da Prefeitura de João Pessoa se normalizarem, os empresários podem procurar a sede do Banco Cidadão para realizar o processo de renegociação da dívida. “Estamos empenhados em salvar vidas, objetivo que mais importa agora. Mas a economia, já atingida pela crise de dimensão internacional, também é parte do nosso planejamento. Essa é mais uma medida que demonstra a sensibilidade do prefeito Luciano Cartaxo, que está garantindo um prazo maior para o pagamento feito ao Banco Cidadão, reduzindo o impacto no orçamento destas famílias”, afirmou o secretário adjunto da Setrab, José Gadelha Neto.

Efraim Filho reforça torcida por manutenção de Mandetta na Saúde

O deputado federal Efraim Filho descartou a possibilidade de demissão do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Mandetta tem se mostrado eficaz e necessário diante do enfrentamento à pandemia causada pela Covid-19, no entanto, tem encontrado um obstáculo difícil de superar e que contraria as recomendações de prevenção ao novo coronavírus: o seu chefe, o presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com Efraim, o ministro está firme em sua função, principalmente, após o último pronunciamento do presidente da República, que segundo ele, aderiu um tom mais sereno, uma fala mais técnica e menos política. “Mostrou preocupação e não trouxe ironia ou brincadeira nas falas, tratando a pandemia com ‘gripezinha’. Se esse fosse o discurso do presidente desde o início, a gente estaria num clima de bem menos tensão”, analisou o deputado.

Efraim Filho declarou que todos esperam do presidente da República, que é quem lidera o país nesse momento, uma postura de encararar com seriedade um problema que tem deixado famílias confinadas, crianças sem escolas e um comércio com prejuízos. “Mandetta tem, com suas orientações técnicas embasadas na ciência, conquistado a confiança da família brasileira e acho que com sua saída da Saúde seria uma péssima notícia, não apenas para o governo, mas para todo o Brasil”, garantiu o deputado.