Quem se aliar a Ricardo Coutinho vai se associar a maior rejeição da história de JP

Todas as pesquisas internas apontam o ex-governador Ricardo Coutinho como o pré-candidato mais rejeitado na disputa pela prefeitura de João Pessoa. É uma rejeição 6 vezes maior que a do segundo mais rejeitado.

Preso na Operação Calvário e acusado de chefiar uma organização criminosa que desviou R$ 130 milhões apenas da Saúde, RC mais atrapalha do que ajuda, e no cruzamento com sua intenção de voto, o saldo sempre será negativo. E quem se aliar ao Mago ainda vai ganhar o rótulo de candidato da ORCRIM Girassol. Pense numa promoção!

 

Na Baía da Traição, convenção de Zé de Oscar surpreende e supera evento do prefeito

Se depender das convenções na Baía da Traição, o ex-prefeito Zé de Oscar (PSDB) já pode se considerar eleito. Mesmo com pouca estrutura e na oposição, a convenção de Zé superou a do prefeito Serginho, que tentará a reeleição e possui um exército de comissionados. Nas redes sociais da cidade, videos comprovam o fiasco da convenção do atual prefeito:

 

Ao som de ‘o povo quer o liso’, uma multidão compareceu à convenção de Zé de Oscar, considerado um dos melhores prefeitos da cidade:

PSC indica José Gadelha para vice de Ruy Carneiro em João Pessoa

O PSC indicou José de Paiva Gadelha como vice na chapa encabeçada pelo deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) na disputa pela prefeitura de João Pessoa.

Gadelha é ex-auxiliar do prefeito Luciano Cartaxo, assim como o PSC fazia parte do grupo de partidos que apoiavam a gestão da capital.

O nome deve ser confirmado em convenção na próxima quarta-feira (16) no Mirante Altiplano, a partir das 15h45.

VÍDEO: Em Lucena, Irmão de Alex Monteiro adere à campanha de Leo Bandeira

O clima na campanha do sobrinho do prefeito de Lucena, Alex Monteiro, é de vaca desconhecer bezerro. O favoritismo de Leo Bandeira, candidato da oposição, tem feito Alex perder muitos apoios. O mais recente e simbólico foi do irmão, Fernando Monteiro Neto, que declarou apoio a Leo Bandeira durante a convenção no último domingo.

Nos bastidores comenta-se que o prefeito Marcelo Monteiro errou ao escolher Alex, que não sabe falar e se demonstra despreparado para assumir uma prefeitura em tempos de pandemia e crise econômica.

Dizem que vem mais adesões por aí…

VÍDEO: Luciano Cartaxo apresenta projeto do Parque Linear Três Ruas

Após dar ordem de serviço e iniciar a construção do Parque das Águas no bairro de Mangabeira, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, apresentou, na manhã desta segunda-feira (14), o projeto do Parque Linear Três Ruas, aos moradores do bairro dos Bancários. Dentro do maior programa de praças e parques da história da Capital, esse será mais um equipamento público para promoção da vida saudável e mais qualidade de vida à população, estimulando a prática de esportes, atividades culturais e de lazer. Com uma extensão de 1,6 km e um investimento de mais de R$ 7,7 milhões, toda a área da Rua Waldemar de Mesquita Accioly passará por uma transformação completa, se tornando um novo polo de entretenimento da Zona Sul da Capital.

“Desde 2013 temos buscado construir uma cidade para as pessoas. Todo nosso cuidado com João Pessoa é no sentido de oferecer mais qualidade de vida e gerar mais oportunidades para quem vive na cidade e quem vem nos visitar. Temos um amplo programa de praças e parques por toda a cidade, fazendo com que todos vivenciem a cidade de forma plena, saiam de suas casas e ocupem os espaços públicos. E os parques, como a Lagoa e a Bica, também são exemplos disso, assim como será também o Parque das Águas, que iniciamos as obras na semana passada e agora o Parque das Três Ruas, que chega para transformar e valorizar mais uma área da cidade com diversos equipamentos, com lazer, esportes, cultura e com mais bem-estar”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

De acordo com o projeto desenvolvido pela Secretaria de Planejamento (Seplan) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), o Parque Linear Três Ruas ganhará diversos equipamentos e áreas de convivência, entre eles, anfiteatro, mirante, espaço pet, labirinto sensorial, playgrounds, fonte interativa, academia da terceira idade, praça de alimentação, espaço para feira livre, academia de calistenia e escultura. Além disso, o Parque contará com dois postos de monitoramento da Guarda Civil Municipal. O projeto já está em fase avançada de licitação e, quando concluída, será dada a ordem de serviço para início de sua construção pelo prefeito.

Completando o projeto, toda a extensão da avenida receberá nova pavimentação, ciclovia, paisagismo, requalificação do canteiro central e construção de giradouros para acesso ao bairro e bairros vizinhos, tudo respeitando as normas de acessibilidade, conforme acontece com todas as demais obras desenvolvidas pela atual gestão da PMJP. “Esta série de equipamentos e intervenções promoverão um maior contato da população com a natureza e uma experiência de convivência que gera mais saúde e bem-estar”, afirmou o secretário de Planejamento, Roberto Wagner.

Em convenção bastante prestigiada, Leo Bandeira diz que Marcelo Monteiro precisa desapegar do poder: “A prefeitura não é um negócio de família que você passa de tio para sobrinho”

A convenção que selou a união das oposições, com Leo Bandeira e Bolão, em Lucena, foi bastante prestigiada e contou com a participação de diversas lideranças políticas, entre elas, os deputados Julian Lemos e Ricardo Barbosa. Em seu discurso, Leo criticou o comodismo da gestão, que vive praticamente do Fundo de Participação dos Municípios, e durante 8 anos nunca apresentou um projeto para o desenvolvimento econômico da cidade.

“Lucena parou no tempo e nosso maior potencial, o turismo, jamais foi explorado para gerar emprego e renda para o nosso povo. Eles preferem uma cidade pobre para poder controlar as pessoas com migalhas e assistencialismo, mas o povo já cansou de tanto descaso e com fé em Deus vamos mudar Lucena e construir um futuro diferente”, disse Leo.

Leo Bandeira também mandou um recado para o prefeito Marcelo Monteiro, afirmando que ele precisa desapegar do poder:

“A prefeitura de Lucena não é um negócio de família que você passa de tio para sobrinho. Administrar um município num momento de pandemia e crise econômica não é uma tarefa fácil. É preciso maturidade e competência para cuidar de mais de 12 mil pessoas. Sabemos que o prefeito quer eleger o sobrinho para continuar mandando na gestão e garantindo os privilégios para seus familiares”.

Em seu discurso, o ex-prefeito Bolão, candidato a vice, criticou as mordomias pagas com dinheiro da prefeitura:

“Não podemos permitir que uma cidade pobre como Lucena continue bancando carro de luxo ao custo de R$ 6 mil por mês para o prefeito. Toda vez que ele vai pra João Pessoa ganha uma diária de R$ 200. É um absurdo, mas essa mamata vai acabar!”