Preso na Operação Calvário, rejeição de RC cresce 10 pontos e ele sairá da eleição menor do que entrou

Só duas pessoas acreditam na vitória de Ricardo Coutinho, o passional Tião Lucena e o ex-assessor do Urso de Catolé, Flávio Lúcio. Nem o próprio RC acreditava em sua campanha, é tanto que fez de tudo para se aliar à Edilma Freire e levar o PT junto, mas não deu. Mais racional que os babões, Ricardo sabia o que lhe esperava.

Hoje ele é o mais rejeitado de todos. E segundo o IBOPE, a rejeição só aumenta (subiu de 43% para 53%), e tende a crescer ainda mais. A Operação Calvário é recente, e por mais que o eleitor tenha a memória fraca, as redes sociais estão aí para desmascarar os malandros.

Escândalos de Luciene de Fofinho começam a aparecer e prefeita está sendo investigada pelo Ministério Público

Primeiro a contratação de pavilhões por quase meio milhão de reais a uma empresa de um ex-vereador condenado por corrupção. Agora uma investigação sobre irregularidade numa licitação milionária. Aos poucos, os escândalos da gestão de Luciene de Fofinho começam a aparecer.

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) instaurou um inquérito civil público para dar continuidade ao acompanhamento de processo licitatório, com indícios de irregularidades, realizado pela Prefeitura Municipal de Bayeux, para contratação de empresa especializada na prestação de serviços de pavimentação em ruas da cidade, com valor estimado de R$ 1.045.033,86.

O procedimento licitatório foi iniciado na gestão do ex-prefeito Berg Lima, e após receber denúncia de que havia irregularidades na licitação, o MPPB solicitou a suspensão da mesma. No entanto, a Secretaria de Planejamento optou por dar continuidade ao processo durante a atual gestão da prefeita Luciene Gomes (PDT), e justificou a decisão explicando que a obra trará benefícios para a população.

A partir da decisão de continuidade do processo, o MPPB decidiu manter o  acompanhamento da licitação, pois, de acordo com o órgão, existe a necessidade de averiguar se houve lesão aos princípios da administração pública, enriquecimento ilícito e dano ao patrimônio público.

A portaria que autoriza o inquérito civil foi assinado pela promotora de Justiça, Maria Edligia e publicada no Diário Oficial Eletrônico do MPPB nessa quinta-feira (21).

Confira a decisão: Inquerito Bayeux

SUSPEITA DE SUPERFATURAMENTO: Prefeita de Bayeux alugou pavilhões para hospital de campanha por quase meio milhão a ex-vereador de Santa Luzia condenado criminalmente

ATENÇÃO MP: Candidato a prefeito de Lucena transporta eleitores no pau de arara; confira o vídeo

O Ministério Público do Trabalho precisa intervir urgentemente em Lucena para evitar um desastre. A campanha de Alex Monteiro, sobrinho do prefeito, tem transportado trabalhadores no pau de arara, ou seja, sem a mínima segurança. É uma tragédia anunciada. Se o candidato trata o seu próprio povo antes da eleição assim, imagine se ganhar…