VÍDEO: Desesperada após receber pesquisa interna, prefeita de Bayeux protagoniza a cena mais ridícula das eleições 2020

A prefeita de Bayeux, Luciene [de Fofinho] acaba de protagonizar a cena mais ridícula das eleições 2020. Num choro forçado e mal interpretado, Fofinha assume o desespero da sua campanha e parte para uma apelação absurda, acusando Diego do Kipreço de utilizar suas redes sociais para atacá-la. O mais curioso é que até o momento a rede social do candidato não fez um único ataque à prefeita.

Fontes informaram que a atitude desesperada de Fofinha foi motivada por uma pesquisa interna. Mas quem foi o gênio que teve a brilhante ideia de colocar a candidata forçando o choro num vídeo extremamente apelativo? Certamente isso é obra do prefeito de fato de Bayeux, o Fofinho. Assista o vídeo e tente não rir:

 

Após vídeo de Luciano Cartaxo em aglomeração viralizar, Ruy diz que prefeito trocou João Pessoa pela cunhada

Após meses de isolamento social e sem nenhum plano para a retomada econômica de João Pessoa, o prefeito Luciano Cartaxo vem promovendo aglomerações em diversos bairros na tentativa de levantar a campanha da cunhada, Edilma Freire, candidata que está descumprindo as determinações da Justiça Eleitoral e realizando carreatas e comícios.

“Luciano trocou a cidade pela cunhada. Quando é para promover o retorno às atividades comerciais com segurança e protocolos no pós-pandemia, a prefeitura é lenta, mas se for para promover a campanha da sua cunhada, as aglomerações estão liberadas. A pandemia levou ao fechamento de empresas de vários setores, milhares de pessoas estão desempregadas dependendo apenas do auxílio emergencial do governo federal, estão passando fome, mas o prefeito não tem plano para isso porque está ocupado fazendo campanha para a cunhada”, avalia Ruy Carneiro, candidato a prefeito de João Pessoa.

Por descumprir as determinações da Justiça Eleitoral, a campanha de Edilma está sendo acionada pela coligação A Cidade no Ritmo Certo, que questiona as aglomerações provocadas pelo prefeito e por ela no decorrer da campanha. Centenas de pessoas estão sendo reunidas em locais fechados, durante eventos em plena pandemia, enquanto no discurso oficial, o prefeito Luciano Cartaxo continua defendendo isolamento social e retorno gradual das atividades. Vídeos e fotos foram apresentados como provas na ação.

Essa não é a primeira vez que a candidata Edilma Freire é questionada na Justiça por fazer aglomerações. Ainda neste mês, a Justiça também foi acionada por caus do descumprimento da decisão de não realização de carreatas acordada entre coligações para a proteção da população durante o período da pandemia do coronavírus.