Ruy garante investimento para construir novo hospital filantrópico em Campina Grande

Como parte das ações do deputado federal Ruy Carneiro para fortalecer a saúde da Paraíba, o Hospital Help, em Campina Grande, está recebendo recursos de emendas no valor de R$ 5 milhões para a construção do complexo de saúde que atenderá milhares de pessoas por mês pelo SUS e através de ação filantrópica. O ambulatório já está em funcionamento e a previsão de conclusão do restante da obra é até setembro desse ano.

Ruy explicou que, além do valor já destinado, estão em fase de liberação outros recursos, para garantir infraestrutura e capacidade tecnológica necessários ao atendimento da população de maneira moderna e humanizada. O hospital irá atender às demandas de pacientes de Campina Grande e municípios do entorno, reduzindo a quantidade de pessoas que precisam se deslocar à Capital em busca de tratamento e também terá potencial para atender pacientes de outros Estados.

“Esse hospital contribui para que toda a rede fique melhor distribuída em capacidade de atendimento. Assim, quem está na ponta, precisando de uma consulta eletiva ou de urgência, poderá ter acesso ao tratamento que necessita”, resumiu Ruy.

O complexo hospitalar contará com 30 mil metros quadrados de área construída, 400 leitos, sendo 40 de UTI; 21 salas de cirurgia; centro de reabilitação de politraumatizados; atendimento em ortopedia e traumatologia; um centro de oncologia com equipamentos de última geração e o aparelho de radioterapia mais moderno do mundo; capacidade para realização de transplantes renais, cardíacos e de fígado. No local, haverá ainda centro de hemodiálise e realização de procedimentos em hemodinâmica para pacientes de AVC e outros problemas vasculares de alta complexidade.

CAOS EM BAYEUX: Após entupir a prefeitura de cabos eleitorais para se reeleger, Luciene de Fofinho atrasa salários dos profissionais da Saúde

A fatura das peripécias da família Fofinho finalmente chegou, e agora a cidade convive com atraso nos salários. Após patrocinar a maior folha de pessoal (ou melhor, de cabos eleitorais) da história de Bayeux, a prefeita Luciene de Fofinho atrasou o salário de quem realmente trabalha; os profissionais da Saúde. Nesta segunda, 11, a categoria foi à prefeitura protestar, mas Fofinha fugiu pela porta dos fundos:

 

Investigada em duas ações na Justiça Eleitoral, a cassação de Luciene de Fofinho é tão certa quanto o nascer do sol. O vale-tudo do casal mais fofo de Bayeux resultou na maior folha de pessoal da história da cidade:

Aguinaldo Ribeiro, o estrategista da década

Se tivesse um troféu na Paraíba para homenagear o estrategista da década, certamente Aguinaldo Ribeiro seria o vencedor. Em 10 anos, Aguinaldo saiu do mandato de deputado estadual para se consolidar como um dos cabeças do Congresso. Elegeu a irmã senadora e tirou Cícero Lucena da aposentadoria, sendo determinante na aliança vitoriosa com o governador João Azevedo. E por último, quase foi escolhido o candidato de Rodrigo Maia à sucessão na Câmara.

Na política paraibana, poucos tiveram uma ascenção tão meteórica e sólida quanto Aguinaldo. O que será que o parlamentar planeja para 2022?

Cícero não baixa a guarda e critica gestão de Cartaxo na educação: “Muitos pais tiveram que madrugar nas filas para garantir as vagas de seus filhos”

Experiente e vítima de uma forte campanha de difamação, o prefeito Cícero Lucena aprendeu que em política você jamais deve baixar a guarda. Em release divulgado nesta segunda, 11, o prefeito disse que nenhum pai de aluno será obrigado a madrugar em filas para garantir vagas nas escolas. O recado vai para os últimos prefeitos de João Pessoa, mas principalmente para o ex-prefeito Luciano Cartaxo, eventual adversário futuro.

“Nós entendemos que muitos pais, nos últimos 16 anos, tiveram que madrugar nas filas para garantir as vagas de seus filhos. Eu garanto, não existe mais essa necessidade na rede municipal de ensino de João Pessoa. Estamos aqui para assegurar vaga para todos. E também, nesse momento de pandemia, o faremos com a máxima segurança sobre a prevenção do contágio pelo Covid-19”, assegurou Cícero.