Candidato a prefeito derrotado em Pedras de Fogo, Lucas Romão acumula ilegalmente empregos na ALPB e prefeitura de Santa Rita

Onipresente, o ex-candidato a prefeito de Pedras de Fogo, Lucas Romão, consegue dar expediente em dois lugares ao mesmo tempo. De acordo com dados do TCE, Lucas acumula dois empregos – o que é ilegal -; um na Assembleia Legislativa (salário de R$ 10 mil) e outro na prefeitura de Santa Rita (salário de R$ 2 mil):

Segundo o vereador Leleo, líder do governo na Câmara Municipal de Pedras de Fogo, e autor da denúncia, Lucas sequer dá expediente, ou seja, seria um funcionário fantasma. Na tribuna da Câmara o vereador prometeu acionar o Ministério Público.

Se ficar configurado o crime por parte de Lucas Romão, ele terá problemas em outros processos, já que, há poucos meses, Lucas reconheceu delitos na campanha eleitoral e aceitou um acordo de suspensão condicional do processo – SURSIS.

PASTORA OSTENTAÇÃO: Na TV, jornalista Bruno Pereira critica Renallida Carvalho, “não podemos pagar ingresso para ouvir a palavra de Deus!”

O jornalista Bruno Pereira fez um alerta sobre dízimos em seu programa Tribuna Livre nesta quarta-feira (15), após a polêmica envolvendo os pastores Leonardo Sales, da Catedral IPTM e a paraibana Renallida Carvalho sob acusação de ‘estelionato espiritual’. Eles são conhecidos na internet por pousar ao lado de famosos e exibir marcas de luxo. A pastora Renallida já foi acusada nas redes sociais de arrecadar dinheiro dos fiéis e ostentar em carros de luxo.

 

Eduardo Carneiro destaca que, com aumento da vacinação, setor de serviços cresceu 1,1% em julho

Levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o volume de serviços prestados no Brasil atingiu o quarto resultado positivo seguido e cresceu 1,1% em julho. Com o avanço, o setor atinge o maior patamar desde março de 2016 e agora figura 3,9% acima do patamar de fevereiro do ano passado, último mês sem nenhum tipo de restrição para conter a disseminação do novo coronavírus. Para o deputado estadual Eduardo Carneiro, o crescimento se deu com o aumento da vacinação contra a covid-19.

“A economia começa a dar sinais de recuperação e isso vemos em setores como o de serviços que vem crescendo a cada dia. Ainda temos muito a crescer para que possamos garantir a abertura de novos postos de trabalho, mas estamos no caminho certo. Aos poucos e mantendo todos os cuidados sanitários podemos flexibilizar novos setores. O Brasil é um país forte e tem a capacidade de se recuperar em um curto espaço de tempo. Basta agora mantermos os cuidados e garantir a continuidade da vacinação”, destacou Eduardo Carneiro.

A retomada da economia de forma segura, vem sendo uma preocupação do deputado Eduardo. Ele elaborou um plano estado de apoio ao setor produtivo e para a retomada da economia. O parlamentar, que comanda a Secretaria Especial de Empreendedorismo da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), vem debatendo nacionalmente alternativas para tirar o País da crise econômica.

De acordo com o levantamento, na comparação com julho de 2020, o volume de serviços avançou 17,8%. Já no acumulado deste ano, o segmento cresceu 10,7%, ante igual período do ano passado. Mesmo com a sequência positiva, o setor de serviços ainda está 7,7% abaixo do recorde histórico, alcançado em novembro de 2014, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

Eduardo Carneiro destacou ainda que o resultado do setor em julho foi puxado apenas pelas altas nos volumes de serviços prestados às famílias (+3,8%), que acumulam ganho de 38,4% entre abril e julho, e dos serviços profissionais, administrativos e complementares (+0,6%), que saltaram 4,3% nos últimos três meses e superaram, pela primeira vez, o patamar pré-pandemia.

Nos serviços prestados às famílias, o levantamento destaca o desempenho dos segmentos de hotéis, restaurantes, serviços de buffet e parques temáticos, que costumam crescer em julho devido às férias escolares. Já nos serviços profissionais, administrativos e complementares, destaque para as atividades jurídicas, serviços de engenharia e soluções de pagamentos eletrônicos.

A retomada do setor que mais contribui para as riquezas nacionais havia sido atingida no mês de fevereiro, mas foi revertida com a queda de 3,1% do segmento em março, mês marcado pelo recrudescimento da segunda onda da pandemia, e só recuperada no mês de junho.