Prefeito do PP e nove vereadores de Piancó declaram apoio à reeleição de João Azevêdo

O prefeito de Piancó, Daniel Galdino (PP), a ex-prefeita Flávia Galdino e nove vereadores do município declararam, nesta quinta-feira (24), apoio à reeleição do governador João Azevêdo (PSB). O anúncio aconteceu após reunião com o chefe do Executivo estadual que também contou com as presenças do presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, e o chefe de gabinete do governador, Ronaldo Guerra.

Na ocasião, o prefeito Daniel Galdino garantiu que todo seu grupo político se junta a ele no apoio à pré-candidatura de João Azevêdo a reeleição. “Essa aproximação, que era administrativa, não poderia desembocar para outro campo que não fosse o político. Então, eu, a ex-prefeita Flávia Galdino e toda nossa bancada além de declarar apoio total e irrestrito ao governador, vamos trabalhar não só em Piancó, mas em todo o Vale para que a gente possa fortalecer cada vez mais esse trabalho”, disse.

Ele também fez uma avaliação positiva do encontro com o gestor estadual. “Eu tenho muito orgulho de, enquanto representante do meu povo, ser recebido pelo governador que mais trabalhou pelo nosso estado com os nove vereadores da minha base. O estado já aporta muitos recursos no nosso município e após essa audiência recebemos a garantia de que mais investimentos chegarão em Piancó”, disse.

O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, comemorou mais uma adesão ao governador João Azevêdo. “Com muita alegria e satisfação, estamos trazendo aqui o prefeito Daniel, Flávia e todo seu grupo político para somar aos que já militam em Piancó e o governador soma mais, agrega mais, não só no município, mas em todo o Vale, o que mostra claramente que o povo do Sertão já fez sua decisão política de continuar com o governador João Azevêdo para que cada vez tenhamos uma Paraíba melhor e mais justa”, falou.

“Fomos muito bem recepcionados por João Azevêdo, hoje concretizamos o nosso apoio e estaremos irmanados nessa luta pelo crescimento da Paraíba e de nossa município e região junto com o governador”, garantiu o presidente da Câmara Municipal de Piancó, Wallace Militão (PP).

60 ANOS: Ruy ressalta a importância do Hospital Napoleão Laureano para a população

Parlamentar reconhecido pela luta contra o câncer, o deputado federal Ruy Carneiro parabenizou os 60 anos do hospital Napoleão Laureano, referência no tratamento da doença na Paraíba.

“Destaco a importância do Napoleão Laureano para nossa população. São mil procedimentos por dia, um atendimento especializado possibilitando a cura de muitas pessoas. Neste sentido, ressalto nosso apoio incondicional a esta luta com a destinação, somente neste mandato de mais de R$ 8 milhões para o custeio da unidade. Hoje é um dia muito feliz”, concluiu Ruy Carneiro.

Desde o início do mandato, Ruy tem atenção voltada ao hospital e todos os anos, Ruy Carneiro destina recursos, luta em Brasília para melhorar a destinação de verbas para a unidade de saúde. Uma das últimas conquistas de Ruy, foi o empenho de R$ 9,8 milhões de reais para a compra de um novo acelerador linear, o equipamento vem para modernizar o tratamento de pacientes que fazem radioterapia.

Uma solenidade na manhã desta quinta-feira (24), no Teatro Paulo Pontes, marcou a data. Ruy foi representado pelo filho, Ruy Carneiro Filho, para confirmar o apoio incondicional do parlamentar à causa.

Ruy é hoje, o deputado federal que mais destina emendas para o hospital, contribuindo para que inúmeras pessoas possam superar o câncer, com ajuda e atendimento no hospital Napoleão Laureano.

Aguinaldo Ribeiro comemora aprovação da Lei Paulo Gustavo para apoio ao setor cultural

Após votar favorável e defender o projeto de lei (PLP 73/21) conhecido como Lei Paulo Gustavo, para minimizar os impactos da pandemia no setor cultural, o deputado federal e líder da Maioria no Congresso Nacional, Aguinaldo Ribeiro, comemorou a aprovação da proposta, nesta quinta-feira, 24, na Câmara dos Deputados. Aguinaldo ressaltou que este foi um passo importante para que profissionais do setor da cultura paraibana sejam beneficiados e possam se reestruturar.

“Defendi a proposta e estive empenhado para garantir esse auxílio aos profissionais da nossa cultura. Devemos comemorar essa aprovação, pois é um passo importante e esperamos que os recursos possam beneficiar o estado da Paraíba e o municípios a fomentar atividades culturais. O valor da cultura sempre precisa ser reconhecido e merece o nosso empenho e apoio. Como líder da Maioria aqui no Congresso, vou continuar trabalhando pelo nosso povo”, comentou o deputado.

O PLP 73/21, conhecido como Lei Paulo Gustavo – em homenagem ao ator, diretor e comediante que faleceu em razão da Covid-19, e direciona R$ 3,86 bilhões do superávit financeiro do Fundo Nacional de Cultura (FNC) a estados e municípios para fomento de atividades e produtos culturais em razão dos efeitos econômicos e sociais da pandemia de Covid-19.

A execução descentralizada dos recursos repassados poderá ser feita até 31 de dezembro de 2022, mas se houver algum impedimento em razão de ser ano eleitoral, o prazo será automaticamente prorrogado pelo mesmo período no qual não foi possível usar o dinheiro. A proposta retornará ao Senado devido às mudanças.

Assessoria de imprensa
Aguinaldo Ribeiro

Anísio diz que filiação de João no PSB instala o palanque de Lula

O deputado estadual Anísio Maia (PT) avaliou o evento de filiação do governador João Azevêdo ao PSB como o palanque da unidade popular. Segundo ele, agora com João, o palanque do ex-presidente Lula está “fortemente” instalado na Paraíba.

“Eu já esperava um evento grandioso, com a participação ampla de setores populares, aqui é um palanque da unidade popular”, avaliou.

Anísio ressaltou que o PT não oficializou apoio a qualquer candidatura na Paraíba, ao contrário do que foi dito por filiados do partido durante evento de lançamento da pré-candidatura de Veneziano Vital ao Governo.

“O PT não oficializou candidatura de ninguém, nem de João, nem de Veneziano. Estamos discutindo, tem que ser no diálogo. Não pode ser um grupo impondo ao outro”, disse.

MaisPB

Prefeitura de Conde esclarece que contratos alvos de investigação na Operação ‘Feira de Magaio’ são de 2018; gestão de Márcia Lucena

A Prefeitura de Conde emitiu nota pública esclarecendo sobre os contratos alvos da Operação ‘Feira de Magaio’, deflagrada na manhã desta quarta-feira (23) pelo Ministério Público da Paraíba e pela Controladoria-Geral da União (CGU) no município e em outras cidades da Região Metropolitana da Capital.

No texto, a administração revela que os contratos são referentes aos pregões de números 43 e 44 do ano de 2018, realizados na gestão da ex-prefeita Márcia Lucena. Conforme a nota, “os empenhos realizados pelo município foram relativos a restos a pagar correspondente aos contratos daquele ano para a aquisição de kits escolares”.

A Prefeitura disse ainda que está a disposição das autoridades para esclarecer o que for necessário e contribuir com as investigações.

Confira a nota na íntegra.

A Prefeitura de Conde esclarece que os dois contratos alvos da investigação deflagrada na manhã desta quarta-feira (23), pelo Ministério Público da Paraíba e pela Controladoria-Geral da União (CGU), no município tratam-se dos pregões de números 43 e 44 do ano de 2018, na gestão da ex-prefeita Márcia Lucena. Conforme documento do Ministério Público, em anexo.

O procurador geral do município, Marcos Ramalho, acompanhou toda a ação de busca e apreensão de documentos nesta manhã e ressaltou que a Prefeitura está a disposição dos órgãos de controle para prestar todos os esclarecimentos necessários, contribuindo com as investigações e, na expectativa, que os possíveis envolvidos no suposto grupo especializado em fraudes de procedimentos licitatórios, sejam punidos.

Férias de fim de ano de Bolsonaro custaram R$ 900 mil

As férias de fim de ano de Jair Bolsonaro (foto) custaram R$ 899 mil aos cofres públicos, diz O Globo. O presidente passou sete dias em São Francisco do Sul, em Santa Catarina, andando de jet ski, passeando de lancha e visitando parque de diversões.

No período, a Bahia foi atingida por fortes chuvas que deixaram 25 mortos. Bolsonaro, no entanto, decidiu não interromper as férias.

O Antagonista

Ruy Carneiro se une a mães e pais em protesto contra mudanças no rol de procedimentos na ANS

O deputado federal Ruy Carneiro participa na manhã desta quarta-feira (23), de um protesto junto com mães e pais, da Paraíba e de todo o Brasil, de crianças portadoras de doenças raras, para pedir que os ministros do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) sejam favoráveis ao processo que obriga operadoras dos planos de saúde a cobrir procedimentos não incluídos na relação da Agência Nacional de Saúde (ANS).

O protesto acontece em frente ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, pois a corte decide hoje à tarde, se o rol de procedimentos ANS, que determina a lista de cobertura obrigatória dos planos de saúde, segue sendo exemplificativo ou passa a ser taxativo. Isso significa que, caso virem taxativos, os planos de saúde não serão obrigados a cobrir os procedimentos que não estão na lista da ANS, mas que são de extrema necessidade para pessoas com deficiência, autistas, pessoas com câncer e os que têm doenças raras.

O julgamento preocupa Ruy Carneiro que é defensor da luta contra o câncer e tem atenção do mandato voltada às questões da saúde. “Esta decisão pode afetar milhares de pessoas em tratamento contra o câncer, que poderão ter comprometida a realização de exame PET Scan, por exemplo, aquela tomografia computadorizada que é capaz de diagnosticar a doença, compromete a imunoterapia para tratar tumores, além de pessoas com doenças raras e autista. Dependendo do resultado do julgamento vai haver aumento nas negativas dos planos de saúde. Por isso, me junto a estas mulheres e por representar a causa, para pedir ajuda do STJ nesta pauta tão importante”, explicou Ruy Carneiro.

Atualmente, caso o tratamento necessário não esteja na lista da ANS, o paciente pode recorrer judicialmente e, em caso de decisão judicial favorável ao consumidor, o plano de saúde passa a ser obrigado a realizar o procedimento ou fazer o reembolso do valor gasto pelo paciente. Com a mudança de exemplificativo para taxativo esse processo seria comprometido.

Para Ruy, a mudança pode comprometer o do direito à saúde, já que qualquer tratamento que não estiver no rol da ANs vai ser negado, mesmo que o paciente precise e tenha prescrição médica para fazê-lo. Isso compromete o direito a fazer exames e a possibilidade de ter o tratamento coberto pelo plano de saúde. Assim, os planos podem ficar livres para aceitar fazer apenas os tratamentos básicos.

“Nós sabemos que muitas pessoas precisam de tratamentos especiais, que precisam continuamente dos procedimentos para evoluir diante de suas necessidades. Um assunto destes não pode ser avaliado apenas como uma questão financeira, estamos falando da necessidade e da saúde de milhares de pessoas, da qualidade de vida e da possibilidade de inclusão. Estamos nessa luta junto a essas mães e a tantas pessoas com deficiência, doenças raras, aquelas que se tratam de câncer, autistas”, concluiu o parlamentar.

O office boy de Ricardo Coutinho é baixinho, mas o salto é alto

O imbróglio em que Jackson Macedo meteu o PT é sui generis. A Paraíba é o único estado da federação onde o presidente do PT não quer apoiar um governador aliado, que busca a reeleição e já declarou voto no ex-presidente Lula. Mesmo com 70% do partido apoiando a reeleição de João Azevedo, Jackson dispensa um aliado importante, como se Lula já estivesse eleito.

O salto alto do presidente do PT – um burocrata de intelecto limitado que só tem utilidade a cada dois anos –  não condiz com a última pesquisa IPESP para presidente, em que Lula aparece com 34% e Bolsonaro com 26%.

Sob o feitiço do ex-presidiário Ricardo Coutinho – ou, quem sabe, algo menos republicano – o presidente do PT  deixa Lula em segundo plano e prioriza um zumbi que quando anda na rua é chamado de ladrão.

VÍDEO: em ato falho, Estela Bezerra, presa na Operação Calvário, disse que Ricardo Coutinho e Veneziano foram os prefeitos mais transgressores da Paraíba

Quem tem uma aliada como a ex-presidiária Estela Bezerra não precisa de inimigos. No evento de lançamento da pré-candidatura de Veneziano Vital, a deputada cometeu um ato falho e disse que Ricardo Coutinho e Veneziano foram os dois prefeitos mais transgressores da Paraíba.  Em relação a RC, eu concordo demais com ela.

De acordo com a psicologia, ato falho é um equívoco na fala, na memória, em uma atuação física, provocada hipoteticamente pelo inconsciente, isto é, através do ato falho o desejo do inconsciente é realizado. Ou seja, Estela foi sincera com o que pensa sobre os dois.

Obrigado Estela!