VÍDEO: Virgolino peregrina na ALPB por instalação de CPI para investigar substituição da Cagepa em Santa Rita, mas ninguém assina

O deputado estadual Walber Virgolino passou a manhã desta terça-feira, 31, peregrinando na ALPB para conseguir 12 assinaturas em prol da CPI das águas, com a finalidade de investigar atos ilícitos na municipalização do serviços de agua e esgoto em Santa Rita, com a substituição da Cagepa pela empresa ANE.

Curiosamente, ninguém (até o momento) assinou o pedido de CPI.

Sem autonomia na gestão, prefeito de Conceição é pressionado a demitir secretária que apoia pré-candidatura de Romero

Um fato inusitado tem movimentado a política em Conceição, fazendo inverter a lógica da independência e autonomia dos poderes. É que vereadores e lideranças políticas se reuniram e exigiram do prefeito Samuel Lacerda a demissão da secretária de Educação da cidade, Telma Regina, considerada por muitos uma das mais atuantes da gestão.

A princípio, Telma seria demitida por ‘trabalhar demais’, o que causou uma certa inveja em gente preguiçosa. Mas há também um fator político; Telma e seu grupo político, liderado pelo empresário Landinho Ponciano, resolveram apoiar a pré-candidatura de Romero Rodrigues à Câmara Federal, fato que teria desagradado o ex-prefeito Nilson Lacerda, tio do atual gestor.

Já que o prefeito não tem pulso firme para comandar a própria gestão, a população de Conceição agora quer saber quem manda na cidade; o tio do prefeito ou um grupo de vereadores?

A verdade é que este episódio revela que o prefeito Samuel Lacerda não tem autonomia na gestão e serve apenas como um preposto de um pequeno grupo que usa a perseguição como instrumento político

O que esperar de uma gestão que se sujeita aos caprichos do legislativo e de interesses pessoais de terceiros?

Cícero Lucena participa da entrega das chaves para primeiras famílias beneficiadas com isenção de ITBI

Cerca de 1.100 pessoas poderão dormir, a partir desta segunda-feira (30), em seu próprio lar. Eles vão residir no Residencial Boulevard, no Jardim Veneza, em apartamento comprado com um grande apoio da Prefeitura de João Pessoa: a isenção total do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). O prefeito Cícero Lucena participou da entrega das chaves no início desta manhã.

O vice-prefeito Leo Bezerra afirmou que aquele era um momento histórico para a habitação na cidade. “Pessoas que gastariam esse dinheiro com imposto podem reverter isso em conforto para sua família. Ficamos felizes por participar desta conquista de cada família e também trabalhando pela infraestrutura do bairro”, afirmou.

Jecielly Santos, de 27 anos, que trabalha como auxiliar de RH, está adquirindo o primeiro imóvel e afirmou que a isenção foi essencial para a conquista. “Foi de grande importância pois comprei sozinha e a renda fica um pouco apertada. Foi uma medida que vai ajudar muita gente a ter sua própria casa e habitação é uma coisa que a gente precisa, que temos direito”, afirmou.

O construtor do Residencial, Alexandre Joubert, afirmou que a medida da Prefeitura de João Pessoa causa grande impacto no setor imobiliário. “A isenção do ITBI garante redução de valor de cerca de R$ 4 mil e essa é a diferença entre realizar ou não seu sonho. Isso se reverteu na redução da prestação e na melhoria da infraestrutura”, explicou. A Prefeitura ainda atuou na pavimentação da via.

PROPINODUTO GIRASSOL: depois de uma década, escândalo finalmente vai a julgamento

O caso Propinoduto Girassol é um dos mais escandalosos e mais desmoralizantes da Paraíba. Remonta a junho de 2011, quando, durante uma blitz, policiais detiveram um veículo conduzido por um servidor do Estado, transportando uma mala com dinheiro.

Dentro da mala foram encontrados, além do dinheiro, bilhetes sinalizando a divisão do butim com os ex-secretários Gilberto Carneiro, Livânia Farias e Laura Farias, além de Coriolano Coutinho.

Após anos no “esquecimento”, eis que o processo vai seguir para o julgamento. Pelo menos a pauta já foi solicitada pelo juiz José Guedes Cavalcanti Neto (4ª Vara Criminal), para julgar o feito em 13 de julho próximo, a partir das 9 h.

O processo foi “resgatado” apenas em 2019, quando, durante uma delação, a ex-secretária Livânia Farias revelou detalhes do escândalo, o que levou o Gaeco a inserir o caso no âmbito da Operação Calvário.

O dinheiro da propina seria, conforme as investigações, resultado de um esquema que promoveu um rombo considerável na prefeitura de João Pessoa, com a contratação de escritórios de advocacia no Recife. Na sequência, o Ministério Público protocolou denúncia para que os envolvidos devolvam, num primeiro momento, R$ 7,751 milhões ao erário.

Pra entender  – Durante a realização de uma blitz de rotina, em junho de 2011, policiais mandaram um motorista parar para averiguações. De forma inesperada, ele tentou evadir-se, mas não conseguiu furar o cerco policial, e acabou detido. Era Rodrigo Lima da Silva.

Dentro de um veículo, os policiais encontraram R$ 81 mil, em espécie. O dinheiro tinha sido sacado numa agência do Banco do Brasil, em Recife. Junto, os policiais encontraram um papel branco com as seguintes marcações: G – 28.000,00; L – 10.000,00; C – 39.000,00; Dra. Laura 4.000,00. Somando, totalizava precisamente… R$ 81 mil.

Conforme documento protocolado pelo Forum dos Servidores da Paraíba junto ao Ministério Público, o “G” seria de Gilberto Carneiro (procurador geral do Estado, “L ” de Livânia Farias (secretária de Administração), “C” – Coriolano Coutinho (Irmão do governador) e Dra. Laura (Farias), então superintendente da Sudema.

O inquérito policial foi misteriosamente arquivado, e fisicamente destruído, por isso o caso só agora é esclarecido com a denúncia do Gaeco, que indica o dinheiro como sendo uma das remessas de propinas pagas por Bernardo Vidal.

Doação – O detalhe é que, durante a campanha eleitoral, dados do Tribunal Regional Eleitoral sinalizam que, dois dos quatro auxiliares citados na denúncia, Coriolano (irmão do governador Ricardo) e a superintendente das Docas de Cabedelo, Laura Farias, fizeram doações à campanha do governador, candidato do PSB. Lauro doou R$ 1,5 mil, enquanto Coriolano fez duas doações, que totalizaram R$ 24 mil.

Arquivado – Em setembro de 2015, a promotora Ana Maria França Oliveira mandou “apurar o motivo pelo qual o ex-secretário-executivo do Estado, Dr. Raymundo José Araújo Silvany, determinou o arquivamento do procedimento, na apreensão de R$ 81.000,00, por falta de ausência de fato típico enquadrado em lei como crime…”

Destruição de provas – Após a apreensão do dinheiro, o grupo teria agido para apagar provas, conforme as investigações do Gaeco. Gilberto teria acionado Vandalberto, que ocupava cargo de assessor especial da Procuradoria-Geral do Município, para no dia 4 de julho de 2011 assinar o termo de entrega de objetos e documentos pertencentes ao motorista do veículo onde estava o dinheiro.

O celular teria sido, segundo revelado por Livânia Farias em delação, desviado” porque o condutor do veículo, proprietário do aparelho, o teria utilizado para contatar Gilberto Carneiro logo após a abordagem da Polícia Civil.”

Helder Moura

Levantamento comprova que Bolsonaro não trabalha e enforca dias úteis para fazer farra

Jair Bolsonaro não trabalha e enforca dias úteis para fazer farra. É o que comprova levantamento de sua agenda feito por repórteres da Folha de S. Paulo.

“Em três anos e cinco meses de governo, o presidente Jair Bolsonaro (PL) aproveitou uma série de feriadões, folgas autoconcedidas e dias de expediente normal para converter em lazer ou praticar atividades sem relação exata com o cargo que ocupa. Temporadas nos litorais paulista, catarinense e baiano, idas a jogos de futebol, ‘motociatas’, cavalgadas, ‘jeguiatas’, ‘lanchaciata’ e afins produziram uma profusão de imagens do presidente conduzindo jet skis, motos, cavalos, se divertindo em camarotes de estádios de futebol, parques de diversão, restaurantes ou aproveitando um dia de sol nas praias do litoral brasileiro”, aponta o texto.

“De acordo com a mais recente pesquisa do Datafolha, 48% da população reprovam a sua gestão. Em várias dessas escapadas, e apesar de se tratar de um dia útil, ou seja, de trabalho normal, Bolsonaro não participou publicamente de quase nenhum compromisso relacionado claramente ao exercício da Presidência”, acrescentam ainda os jornalistas.

Wellington ‘Lula Livre’ passou recibo; o filho playboy não decola

Indignado com a candidatura do pastor Sérgio Queiroz ao Senado, que canalizou o voto do gado bolsonarista e prejudicou o filho playboy, o deputado Wellington ‘Lula Livre’ Roberto partiu para o ataque e disse que o pastor é um falso profeta:

“Um falso profeta, ele não vai prosperar, ele não tem condições de formar uma chapa, quem quer ser suplente dele? Sérgio não tem partido, é um partido nanico, ele não tem força”.

De falsidade WR entende bem, já que em poucos meses ele trocou o ‘Lula Livre’ pelo Mito:

Com a candidatura do playboy Bruno Roberto estagnada e brigando com a margem de erro, a família vai ter que apelar para outros expedientes nada republicanos:

Capitão Antonio vai disputar vaga na ALPB

Em contato com o blog, o ex-candidato a prefeito de Bayeux, Capitão Antônio, confirmou que vai disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, provavelmente pelo Republicanos, no grupo de Adriano Galdino, presidente da ALPB.

Capitão Antonio foi o candidato a deputado federal mais votado em Bayeux, na eleição de 2018, e obteve mais de 10 mil votos na disputa pela prefeitura.

Tudo indica que Antonio será o mais votado na cidade, superando Felipe Leitão, candidato da prefeita Luciene de Fofinho.

 

 

MENSALÃO DO DEM: ministro indicado por Bolsonaro anula condenação do ex-governador do Distrito Federal

O ministro do STF André Mendonça anulou na última quinta-feira (27) mais uma condenação de José Roberto Arruda, ex-governador do Distrito Federal, diz o site JOTA. O magistrado acolheu o argumento da defesa de Arruda e enviou à Justiça Eleitoral uma ação relativa à operação Caixa de Pandora em que o ex-governador havia sido condenado por oferecer dinheiro para uma testemunha mentir em depoimento.

Como mostramos, na semana passada, o ministro já havia anulado uma condenação de Arruda no âmbito da Operação Caixa de Pandora. Nesta quinta-feira (27), o ministro estendeu os efeitos da decisão anterior para outras ações penais conexas. Na ocasião, afirmou que os documentos apontados como ideologicamente falsos “foram confeccionados também com a finalidade de apresentação à Justiça Eleitoral” e ordenou a transferência do caso, o que na prática anulou a condenação.

Quando estava no governo Bolsonaro, Mendonça foi colega da esposa do ex-governador, a Flávia Arruda, que foi ministra da Secretaria de Governo. Mendonça comandou o Ministério da Justiça e a AGU.

João Pessoa será sede do maior encontro de vereadores do país

Dois dos maiores eventos voltados para a atuação dos vereadores acontecerão nos dias 8, 9 e 10 de junho. O 2º Encontro do Conalec (Conselho Nacional do Poder Legislativo Municipal das Capitais) e o 1º Encontro Paraibano de Câmaras Municipais serão realizados simultaneamente no Centro Cultural Ariano Suassuna, no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Autoridades de todo o Brasil e da Paraíba estarão reunidas para discutir os atuais desafios dos legislativos municipais.

A abertura dos encontros terá apresentações do poeta, compositor e intérprete paraibano Jessier Quirino e do Coral da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). Em sequência, o prefeito Cícero Lucena (PP) e o presidente da Câmara, Dinho Dowsley (Avante), darão as boas-vindas aos convidados.

O Conalec, presidido nacionalmente pelo vereador Dinho, é uma entidade que visa gerar maior representatividade às Casas Legislativas, bem como discutir e buscar soluções para dificuldades comuns: “O Conalec foi criado justamente para isto, para fortalecer os municípios. As câmaras municipais não têm representação jurídica, são sempre um braço do Executivo. E o Conalec, agora, sim, tem representação no Congresso Nacional, na Câmara dos Deputados, no Supremo tribunal Federal”, ressaltou Dinho.

A maioria das palestras é convergente aos encontros, porém, também acontecerão reuniões setoriais.

2º Encontro do Conalec

Vereadores de todo o país, no 2º Encontro do Conalec, terão a oportunidade de tratar sobre temas referentes à modernização das casas legislativas, comunicação e transparência. Neste ano, além das capitais, representantes das principais cidades do país também estão sendo convidados.

Entre os palestrantes confirmados para o evento está o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) que ministrará a palestra “Aspectos políticos e econômicos que impactam a sociedade brasileira e a necessidade de Reformas”; ainda, o publicitário Láuriston Pinheiro abordará “#HashtagConecta: Transparência, Plataformas e Desafios Comunicacionais dos Legislativos do Século XXI”; o advogado da União, Fernando Baltar, falará sobre “O desafio das Câmaras Municipais frente à implantação da nova Lei de Licitações”; e Fernando Catão, presidente do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), realizará a última palestra acerca do tema “Compliance, Finanças Públicas e o Papel Fiscalizador das câmaras Municipais”.

O primeiro encontro em que o colegiado foi presidido por Dinho Dowsley (Avante), presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, aconteceu no ano passado, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

1º Encontro Paraibano das Câmaras Municipais

Parlamentares dos 223 municípios paraibanos poderão participar de palestras e oficinas voltadas à realidade local. A ideia de promover um encontro paraibano durante o evento nacional surgiu da necessidade de contribuir com o aperfeiçoamento dos legislativos municipais do Estado.

Um dos temas abordados na ocasião será “Vigência do E-social e suas consequências para o orçamento legislativo”, que terá como palestrante o professor e Contador Público com Pós-Graduação em Gestão estratégica pela FGV, Gilvan Dantas; além disso, serão tratadas as “competências” para legislar com eficiência, com palestra do vereador da capital e ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Secional Paraíba, Odon Bezerra. Também está confirmada a participação de Rosângela Marques, jornalista e âncora da TV Câmara, que abordará “A comunicação corporativa na agenda do legislador paraibano”.

Para mais informações, acesse: https://conalec.com.br/.

Rebeca Neto

Prefeitura de Conde alerta população sobre riscos em falésias e aciona SPU e Sudema

Com as últimas chuvas que atingiram a região litorânea, a Prefeitura de Conde recebeu diversos chamados em relação a desabamentos nas áreas de falésias nas praias.

Diante de tantos chamados, a Secretaria de Infraestrutura e a Coordenadoria da Defesa Civil do Município, estão realizando visitas técnicas nas áreas e instruindo a população, turistas e banhistas que evitem ficar próximos às falésias.

O secretário de infraestrutura, Tiago Silva acompanhou uma vistoria na manhã desta sexta-feira (27) e afirmou que as medidas estão sendo tomadas. “Estamos acompanhando tudo de perto, mas queremos destacar que a responsabilidade destas áreas litorâneas pertence a SPU e qualquer intervenção de conservação ou manutenção no local por parte da prefeitura de Conde, necessita de autorização da própria SPU e da Sudema”, reforçou.

O município de Conde possui em torno de 20km de faixa litorânea e, em algumas praias, como em Gramame, Praia do Amor e Carapibus há a existência de falésias e trilhas que as pessoas usam para descer até a faixa de areia.

Para que todas as medidas sejam tomadas de forma regular na região, a Prefeita Karla Pimentel junto aos membros do Comitê Gestor de Crise já estão em contato com os órgãos responsáveis para dar agilidade às solicitações da população.