Vaia a Efraim foi orquestrada pelo filho de Wellington Roberto

Um bolsonarista confidenciou ao blog que Bruno Roberto, o menino traquino que foi preso comprando votos em 2014, juntou alguns gatos pingados para puxar uma vaia contra Efraim Filho no evento com Bolsonaro.

Brigando com a margem de erro nas pesquisas, Bruno precisa de outros expedientes mais estratégicos. Ou então ele pode fazer o que sabe; comprar votos: