O pulo do gato de Efraim Filho

Quem acompanhou o rompimento do pré-candidato a senador Efraim Filho com o governador João Azevedo não imaginava que ele se daria tão bem meses depois. Hoje, a maioria da base do governo acompanha Efraim ao Senado, e o restante também deve seguir o mesmo caminho, já que o governador deverá ter um candidato só pra cumprir tabela.

Em resumo, Efraim garantiu o apoio de Cássio, Pedro Cunha Lima, o prefeito de Campina Grande e boa parte da base tucana. E manteve o Republicanos e uma considerável fatia do governo.

Vai ser votado pela situação e oposição.

É o pulo do gato de Efraim Filho.