Presidenta do PCdoB chama Ricardo Coutinho de coronel vestido de petista

Sobre a disputa pelo apoio da federação composta pelo PT, PV e PCdoB, entre o governador João Azevedo e o senador Veneziano Vital, a presidenta do PCdoB, Grégoria Benário, disse que os trâmites legais deverão ser seguidos e que nada vai mudar a posição política dos comunistas em apoiar a reeleição do governador.

Segundo Grégoria, “a convenção da federação estadual está marcada para amanhã. É nela que decide e encaminha para a executiva nacional da federação homologar ou não. Não deve ser ao contrário”.

“Estivemos muitos anos na ilegalidade, muitos camaradas foram torturados e mortos por defenderem a causa do povo. Não será um coronel, vestido de petista, que irá nos diminuir. Se ele acha que defenderemos seu nome para o senado, está muito enganado”, desabafou Grégoria.

Sugiro à Gregória xingamentos mais atuais. Vai uma dica…

O ficha suja descartou Luiz Couto

Mandando e desmandando no PT, o ex-governador Ricardo Coutinho vai indicar a esposa como substituta ao Senado.

O ficha suja descartou Luiz Couto, seu fiel escudeiro, ou melhor, seu fiel cachorrinho.

Desde que RC prometeu uma pisa em Luiz Couto, no ano 2000, o padre jamais contrariou o Mago.

 

Mais um deputado troca Bruno Roberto por Efraim Filho

Sem perspectiva de vitória, a pré-candidatura de Bruno Roberto continua minguando a cada semana. Após perder seu principal cabo eleitoral, Romero Rodrigues, o filho de Wellington Roberto acaba de perder o apoio do deputado estadual Manoel Ludgério para Efraim Filho.

“Quarta feira 03/08/2022, depois de conversar com minha esposa e Vereadora Ivonete Ludgério, familiares e amigos, anúncio o meu voto e apoio político para o pré candidato ao Senado da República Efraim Filho”, postou Ludgério nas redes sociais.

O parlamentar afirma que o apoio foi construído em cima de investimentos para Campina Grande e várias outras cidades que integram a sua base de atuação.

Isolado, Bruno terá que apelar para expedientes nada republicanos: