pmjp2

Ao escolher o Cidadania, João Azevedo foge da política dos extremos

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Sabiamente João Azevedo escolheu o Cidadania para se filiar. Poderia ser o PDT, Podemos, PTB, entre outros. O mais importante era fugir dessa política dos extremos que toma conta do Brasil desde 2015.

Cidadania é um partido de centro, porém mais à direita. Não defende as causas absurdas de Bolsonaro, nem defende as pautas mais radicais da esquerda.

Eu sempre achei que o PDT era o melhor caminho, até por conta do presidenciável Ciro Gomes, um nome forte para 2022. Aliança que não está descartada, porque há um movimento de centro para unificar partidos em torno de Ciro Gomes.

João demonstra que sua carreira política não deve findar em 2022. Mas ela passa por 2020. Agora, com partido, cidades como Campina Grande, João Pessoa, Bayeux, Cabedelo e Santa Rita deverão ter candidatos do Cidadania.

João começa a jogar o jogo eleitoral e as próximas semanas trarão surpresas e filiações de peso…

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Em decadência na Paraíba, bolsonarismo ainda não tem pré-candidato ao governo

Em decadência na Paraíba, bolsonarismo ainda não tem pré-candidato ao governo

Nem Walber Virgolino, nem Cabo Gilberto, muito menos o bolsonarista de ocasião Nilvan Ferreira aceitam disputar o governo do estado…
Superpartido vai beneficiar Julian Lemos e Efraim Filho

Superpartido vai beneficiar Julian Lemos e Efraim Filho

A fusão do PSL com o DEM vai criar um superpartido com mais de 80 deputados federais, garantindo o maior…
Aumentam as chances de Coriolano delatar; irmão de Ricardo Coutinho está preso há quase 1 ano

Aumentam as chances de Coriolano delatar; irmão de Ricardo Coutinho está preso há quase 1 ano

Único preso na operaçao Calvário, o perigoso Coriolano Coutinho, irmão do ex-presidiário Ricardo Coutinho, virou uma espécie de herói da…
Gilmar Mendes confirma que a operação Calvário não é uma Lava Jato, e Ricardo não é Lula

Gilmar Mendes confirma que a operação Calvário não é uma Lava Jato, e Ricardo não é Lula

Diferente da Lava Jato, a operação Calvário tem seguido à risca o devido processo legal. É imparcial, tem provas, e…

Siga-nos Facebook