Ao esconder que vota em Bolsonaro, Nilvan revela que o presidente não é sua prioridade

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O vídeo em que o comunicador e pré-candidato ao governo, Nilvan Ferreira, aparece relatando a dificuldade em fazer campanha para Bolsonaro na Paraíba, revela algo mais preocupante para o bolsonarismo: o presidente não é prioridade para Nilvan.

E nunca foi. Na campanha para a prefeitura de João Pessoa, por exemplo, Nilvan Ferreira escondeu Bolsonaro. E só abraçou o bolsonarismo, de forma oportunista, para conquistar o eleitor radical em 2022.

Ao esconder [novamente] que vota em Bolsonaro, o comunicador evidencia que só é bolsonarista quando convém, e que não está disposto a perder votos para defender o presidente.

Ou seja, um bolsonarista por conveniência.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Câmara de gás da PRF de Bolsonaro e a banalização da morte em dias sombrios

Câmara de gás da PRF de Bolsonaro e a banalização da morte em dias sombrios

É conhecida a frase de Pedro Aleixo, então vice-presidente, quando Costa e Silva decidiu baixar o AI-5, no dia 13 de…
Criação de vara criminal para julgamento de organizações criminosas deve agilizar condenação dos membros da Orcrim Girassol

Criação de vara criminal para julgamento de organizações criminosas deve agilizar condenação dos membros da Orcrim Girassol

A famosa Orcrim Girassol – desbaratada no âmbito da Operação Calvário e acusada pelo Ministério Público de desviar quase meio…
Paraibana usa a guerra na Ucrânia como trampolim político e quer disputar o Senado

Paraibana usa a guerra na Ucrânia como trampolim político e quer disputar o Senado

Confesso que já vi de tudo na política quando o assunto é candidatura. Tem palhaço, ex-BBB, dona de cabaré, ladrão,…
Isolado no MDB, Veneziano só vai ficar com a sede da Beira Rio

Isolado no MDB, Veneziano só vai ficar com a sede da Beira Rio

O senador Veneziano Vital, pré-candidato ao governo, vive um momento sui generis no comando do MDB. O partido foi esvaziado…

Siga-nos Facebook