pmjp2

Ausência de bolsonaristas nos testes da urna eletrônica prova que a bagunça provocada pelo presidente a respeito da confiabilidade do voto era só pra distrair o país

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

A conclusão dos testes de integridade da urna eletrônica pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no fim de novembro comprovou a confiabilidade de um sistema moderno e do qual o Brasil pode se orgulhar.

Por seis dias, as urnas ficaram à disposição de ataques de “hackers do bem”, um trabalho que teve como objetivo aprimorar a tecnologia para a disputa de 2022.

Das 29 iniciativas, 24 falharam completamente e 5 apontaram apenas oportunidades de aperfeiçoamento. Nenhuma foi capaz de alterar o voto dos eleitores, explicou o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso.

Chamou a atenção, no entanto, o desinteresse dos partidos políticos em participar do processo de fiscalização da urna eletrônica, principalmente dos apoiadores do presidente da República.

Nem parece que há quatro meses o Brasil foi palco de um show de horrores liderado por Jair Bolsonaro, que contestava o sistema que o elegeu deputado federal por cinco vezes e que lhe conferiu o mais alto cargo do País em 2018.

Sem apresentar nenhuma prova sequer sobre a vulnerabilidade das urnas, o presidente mobilizou as atenções dos cidadãos e das instituições, alimentando a hipótese – de resto não inteiramente afastada – de que não reconhecerá o resultado das eleições do ano que vem se ele não for o vencedor.

Estadão

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Processos de Ricardo Coutinho na operação Calvário estão parados há dois anos; em menos tempo, 17 réus foram condenados na operação Famintos

Processos de Ricardo Coutinho na operação Calvário estão parados há dois anos; em menos tempo, 17 réus foram condenados na operação Famintos

Vejam só que coisa intrigante. Os réus da operação Famintos, deflagrada em outubro de 2020, foram condenados apenas 13 meses…
Ministério Público precisa pedir afastamento de Leo Bandeira

Ministério Público precisa pedir afastamento de Leo Bandeira

Crianças imunizadas com vacinas para adultos, 1400 doses vencidas encontradas pelo MPF, 200 pessoas que receberam doses vencidas e muita…
Leo Preguiça conseguiu impulsionar o turismo de Lucena

Leo Preguiça conseguiu impulsionar o turismo de Lucena

Dezenas de jornalistas, políticos e autoridades visitaram ou estão visitando Lucena esta semana. A cidade nunca recebeu tantos turistas. Graças…
Secretário de Saúde de Lucena precisa ser demitido imediatamente

Secretário de Saúde de Lucena precisa ser demitido imediatamente

Não é justo que toda a culpa da vacinação nas crianças de Lucena, e com imunizante vencido, recaia somente nas…

Siga-nos Facebook