Romero e Cartaxo, uma chapa imbatível; mas quem topa ser o vice?

A oposição nunca esteve tanto, com o faca e o queijo na mão para tirar o PSB do governo, como está agora. A possível união dos dois maiores prefeitos da Paraíba, Cartaxo e Romero, forma uma chapa imbatível; com voto, carisma e trabalho pra mostrar. Seria aquela eleição ganha na convenção.

Mas quem topa ser o vice?

Ambos foram reeleitos no primeiro turno, têm gestões bem avaliadas, pontuam bem nas pesquisas e se acham no direito de disputar o governo. E com razão.

Romero tem a seu favor o fato do nome ser mais interiorizado, tanto pela atuação parlamentar de anos, como pela propaganda eleitoral da TV que sempre abrangeu várias cidades do interior.

Mas Romero errou na escolha do vice-prefeito e hoje está refém. Saindo da prefeitura, seja para ser candidato a governador ou vice, o grupo Cunha Lima vai deixar novamente de administrar a prefeitura de Campina, reconquistada a muito custo depois de 8 anos e duas derrotas.

Além de liderar as pesquisas, conta a favor de Luciano Cartaxo o fato de ser o prefeito da maior cidade do estado e possuir muita influência na Grande João Pessoa.

A chapa seria imbatível, mas dificilmente um vira o vice do outro…

RC deve oferecer 1ª Suplência na chapa de senador a Damião Feliciano e abrir caminho para Veneziano ou João

Que Lígia Feliciano não é a favorita do governador Ricardo Coutinho, todo mundo já sabe, pois se assim fosse, estaria com ela debaixo do braço percorrendo a Paraíba para aumentar a popularidade da vice-governadora.

Mas para tentar um acordo que o faça ser candidato ao Senado sem perder o controle da máquina, Ricardo deve oferecer a 1ª suplência ao deputado Damião Feliciano, marido de Lígia. O que é um bom negócio, haja vista que RC pode voltar a ser prefeito de João Pessoa, em 2020, ou tentar o governo novamente em 2024.

Para quem nunca teve planos maiores, virar senador da República não é pouca coisa. Até porque Lígia Feliciano sabe que enfrentar Romero ou Cartaxo (ou os dois juntos) numa campanha de apenas 45 dias não vai ser nada fácil. Então, melhor um passarinho na gaiola do que dois voando.

O governador RC poderia bancar ainda a eleição de um dos filhos de Damião para a Câmara Federal.

Com a garantia de Lígia na base, RC fica mais tranquilo para deixar o governo e testar as candidaturas de Veneziano e João Azevedo.

A informação foi repassada ao Polítika por uma fonte ligado ao governo.

Berg prometeu congelar o próprio salário, mas aumentou de R$ 16 para R$ 20 mil e já ganha quase igual RC; confira o vídeo da promessa

É impressionante a incapacidade que Berg Lima tem de honrar com a sua própria palavra. Em apenas seis meses de gestão o prefeito de Bayeux conseguiu arruinar a sua imagem de político sério e competente, e agora ganha a fama de mentiroso.

Com cara de sonso, mas esperto, Berg Lima disse que ia congelar o próprio salário e dos secretários. Era tudo mentira e teatro para justificar o arrocho salarial do funcionalismo público que já entrou em greve para que o prefeito cumpra a lei. Vejam bem, nem a lei o prefeito da “atitude” quer cumprir!

O vídeo a seguir comprova uma realidade triste para Bayeux; Berg Lima é uma farsa, cometeu estelionato eleitoral e sua palavra perdeu a credibilidade.

Seu projeto é pessoal e familiar.

Que pena.

[totalpoll id=”107″]

“Fui cassado por conta de artigos no jornal A União”, diz Cássio após julgamento do TSE

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), não concordou com a benevolência usada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para absolver a chapa Dilma/Temer das denúncias de irregularidades na campanha de 2014.

A cassação de Cássio  foi usada pelo relator do precesso, Herman Benjamin, para cobrar o mesmo tratamento da Corte Eleitoral com governadores de cidades grandes e até presidente da República.

Indignado, o tucano lembra que perdeu o mandato de governador da Paraíba, no primeiro ano do segundo mandato, em uma sessão que durou apenas 40 minutos, por causa de seis artigos no jornal A União.

Blog do Anderson Soares

Importante partido de Bayeux deve abandonar Berg Lima nos próximos dias

Uma fonte revelou ao Polítika que o Partido dos Trabalhadores vai se reunir nos próximos dias para decidir a saída da base de sustentação do prefeito Berg Lima. O escândalo dos supersalários, o famigerado presídio e as falsas promessas de Berg tem incomodado a militância.

A fonte destaca que o prefeito Berg Lima não tem projeto político, é uma farsa, seu projeto é pessoal e familiar.

Aguardemos.

 

TV Master estreia novo programa político nesta terça

A grade de programação da TV Master ganha uma nova atração a partir desta terça-feira, 13. O Café Com Notícia tem a apresentação do jornalista Marcos Wéric, que já integra o casting da emissora, e vai ao ar de segunda a sexta, das 6h30 às 8h30, sempre ao vivo.

Marcos Wéric afirmou que recebeu o convite da direção da TV Master com grande entusiasmo e responsabilidade. “É mais um desafio que assumo e o que posso prometer é total empenho para que o telespectador comece seu dia bem informado e com opinião, que é uma marca minha e da emissora também”.

Ele revelou que o objetivo principal do programa é deixar o telespectador bem informado de tudo que vai acontecer durante o dia, analisar os últimos fatos da política local e nacional e trazer sempre entrevistas políticas e de outras temáticas que também sejam de interesse da sociedade.

O presidente da TV Master, Alex Filho, destacou que agora a grade fica completa com programação ao vivo desde as primeiras horas da manhã até a noite. “Essa é uma das marcas da TV Master, a marca do ao vivo, que agora começa cedinho da manhã e vai até a noite, diariamente”, destacou.

Ele lembrou ainda que desde janeiro, a programação da TV Master vem sendo incrementada com novos programas e novos apresentadores e desejou sorte e sucesso a nova atração.

Berg Lima é vaiado novamente e fica constrangido; confira o vídeo

A vida do prefeito de Bayeux não está nada fácil. Eleito com o discurso da nova política, transparência e participação, Berg Lima tem feito um governo tão velho quanto o de Expedito Pereira, que já começa a despertar saudades na população. Quem diria!

A imagem do prefeito já não estava boa, e com a brilhante ideia do presídio piorou mais ainda. Mas a coisa ficou feia mesmo com a divulgação dos supersalários dos apadrinhados de Berg Lima na prefeitura, onde tem vigilantes ganhando quase R$ 8 mil.

E o resultado do conjunto de fatos negativos foi mais uma sonora vaia, dessa vez num evento junino patrocinado pela prefeitura.

[totalpoll id=”107″]

Léo Micena critica supersalários em Bayeux: “Virou a gestão dos Marajás”

Por Léo Micena

Tem surpreendido os mais pessimistas e até a mim, que faço oposição, o tamanho das barbaridades administrativas cometidas pelo senhor Gutemberg Lima, o tal Berg Lima da atitude. Um ex-síndico de condomínio que virou prefeito. Além de manchar a imagem dos síndicos, tem sido uma vergonha Paraíba afora para os gestores públicos.

Se não bastasse a ‘loucura’ e o desatino de querer viabilizar a instalação de um presídio federal em Bayeux, agora ele prega mais uma decepção no bayeuxense. Caiu como uma bomba a divulgação que fizemos aqui no blog no sábado (10) da disponibilização por parte do TCE PB do salário de todos os funcionários da prefeitura de Bayeux. Foi um verdadeiro alvoroço todo mundo querendo saber quem trabalha e quanto ganha, normal em época de transparência pública.

E para surpresa geral tem vigilante ganhando R$ 6 e até R$ 7 mil enquanto tem dentista efetivo com valor líquido menor que o salário mínimo, como denunciou a Associação Metropolitana dos Servidores da saúde.

Os supersalários estão todos ligados a apadrinhados políticos e parentes do prefeito nas secretarias de Educação, Administração e Infraestrutura. A lista com 4 mil funcionários no mês de abril repercutiu nas redes sociais com muita intensidade.

Vale lembrar que no início do governo Berg Lima prometeu congelar seu salário, do vice e dos secretários e ainda cortar gratificações, mas não é isso que aparece no Sistema Sagres. Berg tem salário de R$ 20 mil quase igual ao governador Ricardo Coutinho.

Para quem defendia a transparência, moralidade, eficiência e corte nos gastos públicos, Berg Lima rasgou completamente sua história e sua gestão agora virou a “FARRA DOS MARAJÁS”. E Bayeux continua do mesmo jeito, no mesmo sofrimento.

Com salário de quase R$ 8 mil, vigilante amigo de Berg Lima ganha mais que médicos e dentistas

Nada melhor que ser amigo do rei e aproveitar as bene$$es do governo. Ainda mais se for um rei com atitudes bem generosas, como o prefeito Berg Lima. Após a liberação dos salários dos servidores públicos no site do TCE, tem causado espanto nas redes sociais de Bayeux o salário de um vigilante, que chega a receber mais que muitos médicos e dentistas da prefeitura.

O vigilante que acusava o ex-prefeito Expedito Pereira de perseguição, hoje está muito bem agraciado…

Consultando o SAGRES, do Tribunal de Contas do Estado, verificamos que médicos, dentistas e outras profissões mais graduadas recebem bem menos.

Dentistas:

Enquanto uns recebem bem até demais, categorias como a dos agentes comunitários de saúde precisam entrar em greve para que o prefeito cumpra a lei.

A “nova política” de Berg Lima fede a mofo.

[totalpoll id=”107″]

Possível mudança de partido não afeta favoritismo de Cartaxo

As pesquisas de opinião demonstram que em média 3 a 5% do eleitor brasileiro tem um partido de estimação. O que não é novidade, pois o brasileiro, em sua grande maioria, não vota no partido, vota na figura política.

A suposta mudança de partido do pré-candidato a governador, Luciano Cartaxo, não deve alterar em nada o seu favoritismo. Principalmente na Paraíba, onde o eleitor já foi do 15 para o 40, passando pelo 45 sem nenhum constrangimento.