Cássio está fora da Lava Jato; determina ministro Fachin

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O ministro Edson Fachin, relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, pediu que a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, redistribua o processo que investiga o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), sob a acusação de ter recebido uma suposta propina da empresa JBS, durante a campanha eleitoral de 2014, quando o tucano disputou o governo da Paraíba.

No despacho, Fachin afirmou que o caso envolvendo Cássio não guarda relação com a Lava Jato e por isso ele não deve ser o relator.

Caso a presidente acate o pedido, ela terá que fazer a redistribuição do processo entre os dez membros da Corte.

Com isso, Cássio deixa de ser alvo da Operação Lava Jato e passa ser investigado em inquérito sob suspeita de receber caixa 2.

Não há um tempo para que a presidente decida entre acatar o pedido ou não, nem encaminhe a ação para outro ministro.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Aguinaldo debate Reforma Tributária com governador de MG e espera para ainda este mês retomada dos trabalhos na Comissão Mista

Aguinaldo debate Reforma Tributária com governador de MG e espera para ainda este mês retomada dos trabalhos na Comissão Mista

O deputado federal e relator da comissão mista da reforma Tributária, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) reforçou a declaração do presidente da…
Investigado por contratar fantasmas em seu gabinete, Carluxo avalia desistir da reeleição e morar no Texas; será que ele vai levar o Índio?

Investigado por contratar fantasmas em seu gabinete, Carluxo avalia desistir da reeleição e morar no Texas; será que ele vai levar o Índio?

O vereador Carlos Bolsonaro, investigado pela suspeita de contratação de supostos funcionários fantasmas em seu gabinete na Câmara do Rio,…
STJ mandou Queiroz para casa, mas negou prisão domiciliar a jovem que furtou xampu

STJ mandou Queiroz para casa, mas negou prisão domiciliar a jovem que furtou xampu

O STJ (Superior Tribunal de Justiça), que concedeu a Fabrício Queiroz e sua mulher o benefício da prisão domiciliar, por…
Câmara Municipal de Salgadinho aprova 30 horas para profissionais de Enfermagem; Coren PB apela para que prefeito sancione matéria

Câmara Municipal de Salgadinho aprova 30 horas para profissionais de Enfermagem; Coren PB apela para que prefeito sancione matéria

A Câmara Municipal de Salgadinho aprovou nesta ontem (09), por unanimidade, a carga horária semanal de 30 horas para profissionais…

Siga-nos Facebook