Depois de perder as rédeas do PSDB, Cássio perde as rédeas do próprio gabinete

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

É notório que o senador Cássio Cunha Lima já não exerce a autoridade de outrora sobre os seus liderados. Primeiro deixou Romero Rodrigues brincar de pré-candidato a governador, quando todos sabiam que ele não teria coragem de largar a prefeitura.

Uma tragédia anunciada e que foi alertada pelo blog por diversas vezes. Cássio deixou a coisa correr solta e a pré-candidatura “fake” de Romero só serviu aos interesses de Ricardo Coutinho que se viu aliviado com a desistência do então favorito Luciano Cartaxo.

E agora um fato novo revela que o senador Cássio vem perdendo sua autoridade dentro do próprio gabinete. A declaração de apoio do seu assessor Renato Martins, ex-vereador de JP, à candidatura de José Maranhão não se traduz em votos, mas tem um simbolismo muito grande. Por analogia, é como se um secretário de Luciano Cartaxo declarasse apoio a qualquer outro candidato ao Senado, menos Cássio.

Renato Martins virou assessor de Cássio em 2017, mesmo depois de acusá-lo de traidor por romper com Ricardo Coutinho, em 2014. À época, Renato dizia que as promessas de campanha que Ricardo não conseguiu cumprir eram resultados da herança maldita que recebeu dos governos de Cássio, Maranhão e Ronaldo.

O senador Cássio precisa agir e restabelecer a sua autoridade, principalmente dentro de seu gabinete. Senão vai abrir um precedente perigoso para que auxiliares de Luciano Cartaxo resolvam seguir o exemplo de seu assessor e inversamente não votem no tucano.

E internamente, outros cassistas podem se sentir “liberados” a não votar em Lucélio Cartaxo.

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2020: Tovar vai se filiar ao PSD e arriscar perder o mandato de deputado por infidelidade partidária?

ELEIÇÕES 2020: Tovar vai se filiar ao PSD e arriscar perder o mandato de deputado por infidelidade partidária?

Pré-candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado licenciado Tovar Correia Lima terá que decidir até o dia 4 de…
ANÁLISE: Bolsonaro perde duelo com Doria, e governadores encurralam presidente

ANÁLISE: Bolsonaro perde duelo com Doria, e governadores encurralam presidente

O isolamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cresceu de forma exponencial nesta quarta-feira (25), e a crise sanitária do coronavírus coloca…
Julian Lemos, um raio de lucidez no bolsonarismo

Julian Lemos, um raio de lucidez no bolsonarismo

Foi muito difícil encontrar um bolsonarista lúcido, mas achei um, o deputado federal Julian Lemos. Geralmente os bolsonaristas acreditam que…
Pelo bem do Brasil, afastem o louco!

Pelo bem do Brasil, afastem o louco!

O chimpanzé metido a engraçado que todos chamam de presidente já percebeu que uma grande parte dos bolsonaristas começa a…

Siga-nos Facebook

Campina