Deputado critica rede de espionagem e grampos clandestinos na PB

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O vice-líder da oposição na Assembleia, deputado Eduardo Carneiro (PRTB), denunciou uma rede de escutas clandestinas com o intuito de tentar intimidar autoridades no estado. Segundo ele, os indícios apontam que as gravações seriam editadas para confundir a opinião pública.

Eduardo chamou a atenção para o fato de as gravações só virem à tona após a deflagração da Operação Calvário pelo Ministério Público, que investiga um desvio milionário na saúde do estado por meio da Cruz Vermelha. O parlamentar destacou que a nova modalidade consiste em uma fraude e deve ser combatida pelas autoridades policiais.

Recentemente, secretários municipais de João Pessoa e até o próprio prefeito Luciano Cartaxo foram vítimas de gravações clandestinas que vieram à tona em alguns veículos de comunicação. “Nunca houve isso na Paraíba, agora se fala em celulares suspeitos de grampos, escutas e até um sofisticado equipamento israelense gravando autoridades do executivo, legislativo e judiciário clandestinamente”, comentou.

Eduardo disse apoiar e incentivar o trabalho feito pelas operações autorizadas pela Justiça, a exemplo das realizadas pela Polícia Federal, Polícia Civil ou Ministério Público, e repudiou essa clara tentativa de intimidação de ‘arapongas’ com gravações fraudulentas.

“Isso é inadmissível. Recordo-me que na campanha ao Governo de São Paulo, o então candidato João Doria foi vítima de vídeos fraudulentos e montados que tentaram atingir sua honra. Aqui na Paraíba as suspeitas são que está ocorrendo pior ainda: os alvos são autoridades constituídas de todos os níveis. Há alguns dias distribuíram áudios fraudulentos através de e-mails e aplicativos de mensagens, que mais tarde foram publicados por alguns veículos de comunicação no estado”, disse.

Eduardo questionou quem estaria por trás desse esquema e qual seria o objetivo dessas gravações. “Quem está por trás disso? A Paraíba quer saber quem comanda a rede de grampos no estado”, afirmou

O deputado disse que vai acionar o Ministério Público para que apure em toda sua extensão esses indícios de fraudes e ilícitos. “Vamos acionar o guardião da lei para conhecermos quem está comandando essas tentativas de intimidação e cobrar punição aos culpados”, arrematou.

Assessoria

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Ruy, Raoni, Anísio e Nilvan vencem debate da TV Arapuan; Edilma mostrou conteúdo, mas errou na forma

Ruy, Raoni, Anísio e Nilvan vencem debate da TV Arapuan; Edilma mostrou conteúdo, mas errou na forma

O primeiro debate entre os candidatos a prefeito de João Pessoa, realizado pela TV Arapuan, foi muito bem organizado, como…
Aliada do corrupto Berg Lima, prefeita de Bayeux anuncia um capitão como vice

Aliada do corrupto Berg Lima, prefeita de Bayeux anuncia um capitão como vice

Aliada do corrupto Berg Lima, que renunciou ao mandato para derrubar o então prefeito interino Jeferson Kita, a prefeita de…
Em áudio, Ruy dá o tom da campanha contra Ricardo: "quem rouba, mente"

Em áudio, Ruy dá o tom da campanha contra Ricardo: "quem rouba, mente"

Pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Ruy Carneiro recebeu com ironia e de forma dura as declarações do ex-presidiário Ricardo…
Após intervenção, executiva municipal do PT emite resolução sobre candidatura de Anísio Maia

Após intervenção, executiva municipal do PT emite resolução sobre candidatura de Anísio Maia

Em resolução aprovada nesta quinta, 17, a executiva municipal do PT afirma que vai recorrer da decisão da nacional contra…

Siga-nos Facebook