Em entrevista, Ricardo Coutinho utiliza a mesma estratégia dos presos da Lava Jato

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Em entrevista concedida à TV Tambaú, o ex-governador Ricardo Coutinho seguiu o mesmo roteiro dos presos na Lava Jato e se vitimou, falando em julgamento antecipado, condenação na mídia a assassinato de reputação. A mesma narrativa que antecedeu a prisão de muito político graúdo nos últimos anos.

Só não entendi por que não perguntaram a Ricardo sobre a propina da Cruz Vermelha utilizada na campanha eleitoral de 2014, como descobriu o Ministério Público…

No celular de Michele Cardoso, assessora do chefe do esquema, o MP encontrou mensagens de texto comprovando que a propina era utilizada para campanhas eleitorais na Paraíba:

As conversas de Michele Cardoso, a mulher da caixa com dinheiro, revelava o desespero com a provável derrota de Ricardo Coutinho e, consequentemente, o fim do contrato com a Cruz Vermelha:

Mas, o que tem sido motivo de dor de cabeça para RC e aliados próximos é o registro na sentença de Ricardo Vital, de que a propina apurada pelo Gaeco teria irrigado a sua campanha eleitoral 2014, quando disputou a reeleição. No documento fica explícito que Michelle Louzada Cardozo (secretária particular de Daniel Gomes) fez entrega de dinheiro destinado a campanha eleitoral na Paraíba.

Comentar com Facebook

Comentários

Últimas notícias

Opinião

Mais lidas