pmjp 1

Governo Bolsonaro aprova registro de mais 51 agrotóxicos, totalizando 262 no ano

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O Ministério da Agricultura aprovou nesta segunda-feira (22) o registro de mais 51 agrotóxicos, totalizando 262 neste ano. O ritmo de liberação de novos pesticidas é o mais alto já visto para o período.

Desse total, 7 são produtos formulados, aqueles que os agricultores podem comprar em lojas de insumos agrícolas. O princípio ativo sulfoxaflor, que controla insetos que atacam frutas e grãos, como a mosca branca e o psilídeo, está em 6 desses produtos.

O sulfoxaflor é relacionado à redução de enxames de abelhas e está em estudo no exterior. Segundo o governo, o uso do agrotóxico no Brasil deverá seguir as orientações estabelecidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama).

Os agricultores terão algumas regras para uso, como evitar a aplicação em períodos de floração das culturas e seguir as dosagens máximas do produto e de distâncias mínimas de aplicação em relação à bordadura para a proteção de abelhas não-apis (aquelas sem ferrão).

O ministério afirma que as restrições de uso do pesticida vão constar no rótulo dos produtos e serão estabelecidas de acordo com cada ingrediente e cultura.

O sulfoxaflor teve o registro de uso industrial concedido no fim de 2018 e o produto formulado estava em avaliação final das autoridades ambientais. Depois de passar por consulta pública, o produto foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Ibama.

Outros registros

Entre os produtos formulados registrados nesta segunda-feira também está um herbicida à base do ingrediente ativo florpirauxifen-benzil. O produto técnico já havia sido aprovado em junho.

O agrotóxico poderá ser utilizado para o controle de plantas daninhas na cultura do arroz.

Outros 44 são produtos “equivalentes”, que são genéricos de princípios ativos já autorizados no país.

Desse número, 18 são para a produtos técnicos de uso industrial e outros 26 produtos são formulados, sendo quatro de origem microbiológica.

G1

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Berg Lima antecipou pagamento de empresa do lixo, mas não pagou aposentados

Berg Lima antecipou pagamento de empresa do lixo, mas não pagou aposentados

Os aposentados de Bayeux estão com salários atrasados porque o prefeito afastado Berg Lima preferiu antecipar o pagamento da empresa…
Luciano Cartaxo implanta Cozinha Comunitária no Jardim Veneza e rede de assistência ultrapassa 3,9 mil refeições entregues por dia

Luciano Cartaxo implanta Cozinha Comunitária no Jardim Veneza e rede de assistência ultrapassa 3,9 mil refeições entregues por dia

A rede de proteção social será ampliada na Capital paraibana. O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, entregou, nesta quarta-feira…
Projeto de Bolsonaro é tornar Moro inelegível para 2022, avaliam parlamentares

Projeto de Bolsonaro é tornar Moro inelegível para 2022, avaliam parlamentares

Parlamentares que acompanham o embate entre Jair Bolsonaro e Sérgio Moro avaliaram nesta quarta-feira (3) que o projeto do governo…
Novo presidente do TSE deve pautar cassação de Ricardo Coutinho antes de agosto

Novo presidente do TSE deve pautar cassação de Ricardo Coutinho antes de agosto

Uma fonte de Brasília informou ao Polítika que o novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, deve pautar…

Siga-nos Facebook

pmjp2