Isolado no MDB, Veneziano só vai ficar com a sede da Beira Rio

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O senador Veneziano Vital, pré-candidato ao governo, vive um momento sui generis no comando do MDB. O partido foi esvaziado após a aliança com o ex-presidiário Ricardo Coutinho, resultando na saída de políticos graúdos como Raniery Paulino, Olenka Maranhão, Ricardo Marcelo e Tatiana Medeiros.

E os poucos que ficaram, a exemplo do prefeito Zezé, de Santa Luzia, também não votam em Veneziano.

A situação é tão trágica que o MDB sequer conseguiu formar uma chapa para atingir o coeficiente eleitoral por uma vaga na Câmara Federal.

Só vai restar a sede da Beira Rio, e o fundo eleitoral, claro.

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Candidatura de Pedro não empolga e Cássio pode entrar em campo

Candidatura de Pedro não empolga e Cássio pode entrar em campo

O deputado federal Pedro Cunha Lima bem que tentou, mas sua pré-candidatura não empolgou o eleitor paraibano. De acordo com…
O tempo mostrou que Efraim agiu certo

O tempo mostrou que Efraim agiu certo

Meses após o rompimento do deputado federal Efraim Filho com João Azevedo, o governador segue sem senador e Efraim lidera…
Desesperado, Veneziano cutucou quem não devia

Desesperado, Veneziano cutucou quem não devia

Se a situação de Veneziano já não estava boa, diante da iminente rasteira que vai levar do PT, que deverá…
Chora, Vené!

Chora, Vené!

Sem acreditar na rasteira que chegará nos próximos dias, o senador Veneziano Vital tachou de irrelevante a articulação do PSB…

Siga-nos Facebook