Isolados, Ricardo e Luciano tentam minar candidatura de Anísio

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Por um lado, Ricardo Coutinho, que já fez aliança com toda a direita na Paraíba, incluindo PSDB e DEM. Por outro, Luciano Cartaxo, que mais do que fazer alianças, vem migrando para a direita desde 2015. Ambos responsáveis pelo enfraquecimento da esquerda na Paraíba, encontram-se cada dia mais isolados.

Coutinho tem o PSB que, sem a máquina, não tem a mesma força militante. Cartaxo vê seus aliados de direita pulando um a um do barco, voltando para suas origens.

Como lobos famintos no deserto, olham sedentos para a candidatura de Anísio Maia (PT), consagrada por unanimidade no partido. O PT se atreveu a caminhar com as próprias pernas em João Pessoa. O gigantesco tempo de TV e o nome do presidente Lula são os grandes atrativos para os pragmáticos Coutinho e Cartaxo. Porém, há uma questão simbólica. Sem o PT, ambos não teriam o verniz progressista que serve para os dois como um oásis no deserto que estão prestes a atravessar.

Elo frágil

O elo frágil na Paraíba seria o presidente estadual do PT, Jackson Macedo, que já demonstrou publicamente simpatia pela aliança com Coutinho e Cartaxo. O pretexto seria lutar contra o bolsonarismo, mesmo que Ricardo e Luciano tenham seus bolsonaristas de estimação. Mas, mesmo Macedo já teria desistido dessa ideia em respeito à unidade partidária.

Anísio Maia

Com perfil combativo, sem medo de enfrentamentos, Anísio Maia agrada a militância petista. Pesquisas apontam que seu nome não encontra rejeição no eleitorado da capital. Coutinho e Cartaxo devem ter visto essas mesmas pesquisas.

Além disso, a candidatura de Anísio Maia representa um Norte para o PT, uma vez que, durante mais de 15 anos, o partido perdeu protagonismo na Paraíba ao fazer sacrifícios em nome do projeto nacional.

Contraproposta

Não é de se espantar se Anísio Maia convidar o PSB a apoiar seu nome, com a tese da unidade das esquerdas, o que exclui Cartaxo. Se eu fosse Anísio, eu não abriria nem para um trem. Se os dois ex-petistas estão querendo o PT é porque o partido acertou em lançar seu nome.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Se eu não fosse um defensor intransigente dos direitos humanos, desejaria que Ricardo Coutinho fosse preso e ainda levasse uma boa pisa

Se eu não fosse um defensor intransigente dos direitos humanos, desejaria que Ricardo Coutinho fosse preso e ainda levasse uma boa pisa

Está pra nascer um político mais cara de pau que o ex-governador Ricardo Coutinho. Preso na Operação Calvário, delatado por…
Quem se aliar a Ricardo Coutinho vai se associar a maior rejeição da história de JP

Quem se aliar a Ricardo Coutinho vai se associar a maior rejeição da história de JP

Todas as pesquisas internas apontam o ex-governador Ricardo Coutinho como o pré-candidato mais rejeitado na disputa pela prefeitura de João…
Edilma se afasta da ORCRIM Girassol, anuncia vice do PDT e volta ao jogo

Edilma se afasta da ORCRIM Girassol, anuncia vice do PDT e volta ao jogo

Por sorte do acaso, já que os ‘jênios’ do PV, que vêm errando muito na pré-campanha e queriam uma aliança…
Só Cartaxo, Jackson Macedo e a Operação Calvário querem Ricardo Coutinho

Só Cartaxo, Jackson Macedo e a Operação Calvário querem Ricardo Coutinho

O nosso Sérgio Cabral continua rejeitado pela maioria do eleitor de João Pessoa e até pelos partidos de esquerda, como…

Siga-nos Facebook