Janela partidária prostituiu ainda mais a política brasileira

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Em se tratando da legislação eleitoral brasileira, não há nada tão ruim que não possa piorar. O festival de troca-troca, golpes e traições partidárias é consequência de duas alterações recentes feitas pelo nosso brilhante Congresso.

A primeira delas diminuiu o prazo mínimo de filiação partidária para concorrer às eleições, de 1 ano para 6 meses. A segunda, e pior de todas, foi a malfadada janela partidária, que permite a mudança de partido nos últimos 30 dias do prazo de filiação partidária, sem que o parlamentar corra o risco de perder o mandato por infidelidade.

As duas regras prostituiram ainda mais a nossa já combalida política partidária, e também fragilizou os partidos, mas aumentou o poder dos caciques. Com a autonomia que cada diretório nacional possui, a insegurança agora é a regra nos diretórios estaduais e municipais.

É preciso acabar com a janela partidária e voltar o prazo mínimo de filiação para 1 ano antes do pleito. Não existe democracia consolidada sem partidos fortes.

Mas, como não há nada tão ruim que não possa piorar, é bem capaz do nosso Congresso diminuir o lapso mínimo de filiação e empurrar a janela partidária para a véspera das convenções.

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Câmara de gás da PRF de Bolsonaro e a banalização da morte em dias sombrios

Câmara de gás da PRF de Bolsonaro e a banalização da morte em dias sombrios

É conhecida a frase de Pedro Aleixo, então vice-presidente, quando Costa e Silva decidiu baixar o AI-5, no dia 13 de…
Criação de vara criminal para julgamento de organizações criminosas deve agilizar condenação dos membros da Orcrim Girassol

Criação de vara criminal para julgamento de organizações criminosas deve agilizar condenação dos membros da Orcrim Girassol

A famosa Orcrim Girassol – desbaratada no âmbito da Operação Calvário e acusada pelo Ministério Público de desviar quase meio…
Paraibana usa a guerra na Ucrânia como trampolim político e quer disputar o Senado

Paraibana usa a guerra na Ucrânia como trampolim político e quer disputar o Senado

Confesso que já vi de tudo na política quando o assunto é candidatura. Tem palhaço, ex-BBB, dona de cabaré, ladrão,…
Isolado no MDB, Veneziano só vai ficar com a sede da Beira Rio

Isolado no MDB, Veneziano só vai ficar com a sede da Beira Rio

O senador Veneziano Vital, pré-candidato ao governo, vive um momento sui generis no comando do MDB. O partido foi esvaziado…

Siga-nos Facebook

pmjp2