Mourão afaga militares e rechaça eventual golpe bolsonarista

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Em artigo publicado no jornal O Estado de São Paulo, o general vice-presidente, Hamilton  Mourão, indicou que a presença em massa de militares no governo federal está garantida, se ele assumir a Presidência. Ele atacou Bolsonaro, traçando um paralelo entre a ação do presidente brasileiro e a tentativa de golpe de Donald Trump no final de seu mandato nos EUA.

Escreveu Mourão sobre os militares e seus cargos: “Os militares que foram chamados a trabalhar no governo que se iniciou em janeiro de 2019 vieram tão somente participar – como cidadãos no pleno exercício de seus direitos e como profissionais de Estado capazes – do esforço de racionalização, efetividade e moralização da administração pública, em prol do soerguimento do País”.

O ataque a Bolsonaro foi flagrante. Mourão repetiu o discurso da cúpula militar na crise da última semana, afirmando que “nas democracias, as ordens são legais e emitidas por quem de direito, sendo integralmente cumpridas na forma da lei. Fora disso, transita-se perigosamente entre a desordem e o autoritarismo. Políticos e soldados profissionais das grandes democracias já sabem disso”.

Para exemplificar, de maneira até surpreendente, usou (e criticou) a tentativa de golpe de Donald Trump no fim de seu mandato, que teve apoio entusiasmado de Bolsonaro e seus filhos: “Recentemente o mundo assistiu, com alguma perplexidade, à Junta de Chefes de Estado-Maior dos Estados Unidos, os comandantes das Forças Armadas norte-americanas, virem a público garantir a transição presidencial na maior democracia do mundo, em meio a contestações do processo eleitoral e aos tumultos que atingiram a sede do Legislativo em Washington, DC”.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Em Lucena, Leo Preguiça demite as irmãs da prefeitura

Em Lucena, Leo Preguiça demite as irmãs da prefeitura

O prefeito de Lucena, Leo Preguiça, apelido carinhosamente dado pelo povo nos 100 dias de gestão, demitiu as duas irmãs…
Prefeito de Cuité vai gastar R$ 1,2 milhões para pavimentar apenas 11 ruas

Prefeito de Cuité vai gastar R$ 1,2 milhões para pavimentar apenas 11 ruas

Como diz aquela cantiga popular, o prefeito de Cuité, Charles Camaraense, deve estar calçando as ruas da cidade com pedrinhas…
Bruno Cunha Lima tem 74,4% de aprovação em Campina Grande

Bruno Cunha Lima tem 74,4% de aprovação em Campina Grande

Pesquisa de opinião pública realizada pelo Instituto Data Qualyt, no período entre 9 e 10 deste mês, em 35 bairros…
O dia em que Cartaxo quase se filiou ao MDB para disputar o governo em 2018

O dia em que Cartaxo quase se filiou ao MDB para disputar o governo em 2018

Pouca gente sabe, mas o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, quase desistiu de desistir.  Após declinar da disputa ao…

Siga-nos Facebook

pmjp2