“Não é mais caso de impeachment, mas de interdição”, diz o jurista Miguel Reale sobre Bolsonaro

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp
Durante participação no programa “Esfera Pública”, da Rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul, Reale disse que o caso do presidente Bolsonaro é de interdição, não de impeachment.

“Estamos realmente num quadro de insanidade, das mais absolutas. Não é mais caso de impeachment, mas caso de interdição”, defendeu o jurista, que foi um dos autores do pedido de impeachment da presidenta Dilma.

“Eu, há mais de ano, dizia que quem fosse democrata não deveria votar em Bolsonaro”, afirmou o jurista, que lembrou do discuso feito por Bolsonaro, como deputado, na votação do impeachment da presidente Dilma, em que homenageou Carlos Brilhante Ustra, torturador do regime de 1964.

“Hoje o presidente da República se sentiu no direito de ofender a todos nós, não só os advogados, mas todos que prezam pelos direitos humanos, provocando o presidente eda OAB”, repeliu ele, manifestando solidariedade ao presidente da OAB.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Na Paraíba, Baleia Rossi é recebido por emedebistas e tem importantes encontros políticos

Na Paraíba, Baleia Rossi é recebido por emedebistas e tem importantes encontros políticos

Em campanha pela presidência da Câmara Federal, o deputado federal Baleia Rossi (MDB/SP) está na Paraíba para encontros com o…
Aguinaldo ressalta importância fundamental da Câmara para a estabilidade democrática no país: "Cumpre o seu papel"

Aguinaldo ressalta importância fundamental da Câmara para a estabilidade democrática no país: "Cumpre o seu papel"

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) participou nesta sexta-feira (22) da reunião entre o candidato à presidência da Câmara Federal…
Aprovação a Bolsonaro despenca de 37% para 26% em uma semana, aponta pesquisa

Aprovação a Bolsonaro despenca de 37% para 26% em uma semana, aponta pesquisa

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira (22) pela revista Exame feita pelo instituto IDEIA mostra que caiu de 37% para 26%, na…
Manoel Jr é o primeiro prefeito da Paraíba a anunciar calendário anual de pagamento dos servidores

Manoel Jr é o primeiro prefeito da Paraíba a anunciar calendário anual de pagamento dos servidores

O prefeito de Pedras de Fogo, Manoel Junior (Solidariedade), anunciou, nesta sexta-feira (22), durante solenidade na Secretaria de Educação, o…

Siga-nos Facebook