Novo aliado de Ricardo Coutinho já o processou mais de 40 vezes

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Cristão novo no jardim dos girassóis, o deputado estadual Aníbal Marcolino já foi um dos opositores mais ferrenhos do governador Ricardo Coutinho. Mas como na Paraíba o boi já voou há muito tempo, pouco gente se impressiona com o vai e vem de muitos políticos.

As informações são do jornalista Thiago Morais:

Em 16 de maio de 2008, o então prefeito da cidade de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), debochava e fazia pouco sobre especulações que tratavam de uma possível adesão do então vereador oposicionista, Aníbal Marcolino, ao projeto político do grupo girassol. O namoro não deu certo.

Menos de dois anos depois, em 11 de janeiro de 2010, entre inúmeras, incontáveis críticas e denúncias ao socialista, Aníbal Marcolino anunciava à imprensa o ingresso de mais de 40 ações contra o então prefeito Ricardo Coutinho. Ele se dizia horrorizado com os desmandos do então chefe do executivo municipal, denunciava aumento da folha de prestadores de serviços do município e contratações de críticos da gestão, numa atitude que mais pareciam um “cala-te boca” do então prefeito.

“Vamos entrar com, no mínimo, 40 ações para que o prefeito possa se defender e explicar quais foram os critérios utilizados para fazer essas contratações e por que a folha teve um acréscimo tão grande de janeiro a outubro de 2009”, declarou, à época, Aníbal, em entrevista  ao Correio Debate.

Hoje, agosto de 2017, fora do cenário político há muitos anos, Aníbal ensaia retorno e, pasmem, anunciado como o mais novo aliado do agora govenador Ricardo Coutinho na Assembleia Legislativa.

O balanço da história nos conduz a uma conclusão que não é nenhuma novidade: nossos políticos não pensam no povo. Há sinais de esperança aqui e ali, mas a prioridade dos políticos está mesmo em suas jogadas em prol de seus próprios interesses. Não faltam exemplos: poderia citar Hervázio Bezerra, um dos mais atuantes e combativos vereadores que a Paraíba já teve, que denunciava na Câmara Municipal de João Pessoa a gestão do então prefeito Ricardo Coutinho, a exemplo dos diversos pronunciamentos sobre suspeita da indústria de multas da Capital e, atualmente (2017), é líder do governo da Assembleia Legislativa. Lembro-me também de Raoni Mendes que, recentemente, também através de articulação do governador Ricardo Coutinho, ocupou cadeira na Assembleia Legislativa e, atualmente, é secretário executivo do desenvolvimento econômico. 

Enquanto todas estas questões ocupam o dia a dia dos políticos, os problemas da Paraíba se agravam. A falta de coesão e unidade leva o estado a uma situação cada vez pior. A regra que vale é ‘politicagem primeiro, e o futuro do povo, se der tempo, depois’.

Vale a pena ver o vídeo e sentir-se indignado com as movimentações políticas de nossa Paraíba boa!

Comentar com Facebook

Comentários

Últimas notícias

Opinião

Mais lidas

Notícias relacionadas

Calvário completa 80 dias sem realizar operação; e delação de Livânia Farias ainda não gerou novas fases

Calvário completa 80 dias sem realizar operação; e delação de Livânia Farias ainda não gerou novas fases

A última fase da Operação Calvário prendeu Maria Laura no dia 30 de abril, ex-assessora da Procuradoria Geral do Estado,…
'Pretendo beneficiar filho meu, sim’, diz Bolsonaro sobre indicação de Eduardo para embaixada nos EUA

'Pretendo beneficiar filho meu, sim’, diz Bolsonaro sobre indicação de Eduardo para embaixada nos EUA

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou, em transmissão ao vivo no Facebook, nesta quinta-feira, que pretende indicar o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a…
Onda de solidariedade: Prefeitura de Caaporã deve assinar convênio com Hospital Napoleão Laureano

Onda de solidariedade: Prefeitura de Caaporã deve assinar convênio com Hospital Napoleão Laureano

A Prefeitura Municipal  de  Caaporã,  sinalizou disposição em assinar convênio com o Hospital Napoleão Laureano, integrando ação espontânea de prefeituras…