O que faz o presidente do PT ser um eterno devoto de Ricardo Coutinho?

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

No meio politico, surpreende a devoção de Jackson Macedo, presidente estadual do PT, ao ex-presidiário Ricardo Coutinho. Mesmo após Ricardo ser gravado negociando propina, Jackson continuou submisso ao Sérgio Cabral da PB. Na verdade, o fascínio aumentou após a prisão.

Em 2020, Jackson se colocou contra o próprio partido, que defendia a candidatura de Anísio Maia para a prefeitura de João Pessoa, e votou em Ricardo. Agora, mesmo o partido apoiando o governador João Azevedo, que já disse que vota em Lula, Jackson continua tomando as dores de RC e se coloca contra o governador.

Só Freud explica. O diálogo a seguir não constrange o eterno ricardista?

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
'Patriota' Cabo Gilberto é a favor da privatização da Petrobrás

'Patriota' Cabo Gilberto é a favor da privatização da Petrobrás

Se depender dos ‘patriotas’ da qualidade do deputado Cabo Gilberto, o Brasil será alugado para os gringos, como dizia Raul…
Procura-se vereador de oposição em Lucena

Procura-se vereador de oposição em Lucena

Apesar dos inúmeros absurdos da gestão do prefeito Leo Bandeira, como o aumento dos cargos comissionados/contratados em 61%, nomeação de…
Afinal, quando é que Veneziano vai criar coragem para oficializar o rompimento e entregar os cargos no governo de João Azevedo?

Afinal, quando é que Veneziano vai criar coragem para oficializar o rompimento e entregar os cargos no governo de João Azevedo?

Ficou faltando um último ato para encerrar o teatro mambembe do senador Veneziano e sua esposa Ana Cláudia: a entrega…
Lula terá que prestar contas sobre a desastrosa gestão de Dilma; Ciro está aí para cobrar

Lula terá que prestar contas sobre a desastrosa gestão de Dilma; Ciro está aí para cobrar

Não, a eleição de 2022 não será um plebiscito entre o lulopetismo e o bolsonarismo. Cada qual terá que explicar…

Siga-nos Facebook