Operação Calvário não é a Lava Jato, e Octávio Paulo Neto não é Dallagnol

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Para desespero dos membros da ORCRIM Girassol, principalmente o ex-governador Ricardo Coutinho, a operação Calvário não tem cometido os mesmos erros da Lava Jato, e muito menos o procurador Octávio Paulo Neto tem vocação para ser Deltan Dallagnol.

Após a decisão correta do ministro Edson Fachin suspendendo a condenação do ex-presidente Lula, e da suspeição de Sérgio Moro pela 2° Turma do STF, os assaltantes dos cofres públicos na Paraíba tentaram pegar carona nas duas situações. De forma oportunista, tentam criar uma narrativa de perseguição política, mas isto o povo já rechaçou energicamente nas urnas.

Em entrevista recente, o procurador Octávio Paulo Neto comentou, de maneira muito sensata, os fatos envolvendo Sérgio Moro e a Lava Jato:

O caso de Moro é emblemático, ele se deixou consumir pela vaidade e expôs todo o esforço de combate a corrupção, que teve como último ato sua ida para o Ministério da Justiça, pois fortaleceu hipóteses de parcialidade e não considerou as externalidades peculiares ao Brasil, entre as quais a tecitura e profundidade do sistema político.

E aqui, eis o primeiro grande diferencial entre a Lava Jato e a Calvário. Jamais vão pode acusar Octávio Paulo Neto de ser vaidoso e personalista, como fizeram com Moro e Dallagnol. Muito pelo contrário, a discrição de Paulo Neto até atrapalha o ofício dos jornalistas.

Muito menos poderão acusar Octávio Paulo Neto de ser parcial, pois como provam os fatos dos últimos dias, a Calvário tem atingido gregos e troianos, doa a quem doer.

Felizmente, a Operação Calvário aprendeu com os erros da irmã mais velha e, até aqui, o devido processo legal e a Constituição são seguidos à risca, impedindo qualquer brecha para que os corruptos daqui escapem da Justiça ou tentem inventar nulidades.

 

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Romero segue invicto no TCE

Romero segue invicto no TCE

O Tribunal de Contas do Estado acaba de aprovar as contas de 2015 do ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues. …
Há um mês, portal da transparência de Cabedelo esconde folha de pessoal

Há um mês, portal da transparência de Cabedelo esconde folha de pessoal

O portal da transparência de Cabedelo pode ser tudo, menos transparente. Denúncia enviada ao blog relata que há semanas o…
Fofinha será cassada antes do São João

Fofinha será cassada antes do São João

Anotem e me cobrem. Antes do São João a prefeita de Bayeux, Luciene de Fofinho, será cassada em 1° instância…
Uma camisa de força para Nilvan Ferreira

Uma camisa de força para Nilvan Ferreira

Vivendo num universo paralelo, bem distante do mundo real, o ex-candidato a prefeito de Joao Pessoa, Nilvan Ferreira, teve a…

Siga-nos Facebook

pmjp2