pmjp 1

Operador da propina da Cruz Vermelha sempre foi nomeado por Ricardo Coutinho para trabalhar com Livânia Farias desde a prefeitura de João Pessoa

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Leandro Nunes de Azevedo, flagrado na investigação da Operação Calvário recebendo caixa de dinheiro da Cruz Vermelha que administra o Hospital de Trauma da Capital, sempre foi muito prestigiado nas gestões de Ricardo Coutinho , tanto na Prefeitura de João Pessoa, como no Governo do Estado.

Exonerado do Governo do Estado, pelo governador João Azevedo, após estourar o escândalo da Operação Calvário, Leandro sempre foi pessoa de confiança do grupo Girassol, desde que Ricardo Coutinho era prefeito de João Pessoa e Livânia Fairas ocupava a secretaria de finanças do Município.

Quando era prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho nomeou Leandro Nunes de Azevedo para o cargo comissionado de coordenador de informática da Secretaria de Finanças, à época comandada exatamente por Livânia Farias.

Ricardo Coutinho venceu as eleições para governador em 2010, e em 2011 quando assumiu o cargo tratou de nomear Leandro Nunes de Azevedo para ocupar o cargo comissionado de Gerente de Administração e Tecnologia da Informação da Procuradoria Geral do Estado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No mês de julho de 2011, no Diário Oficial do Estado do dia 11, foi publicada a nomeação pelo então governador Ricardo Coutinho,  de Leandro Nunes de Azevedo para o cargo de Assessor Técnico de Gabinete da Secretaria de Administração do Governo do Estado, época em que a pasta era comandada pela secretária Livânia Farias.

A nomeação de Leandro Nunes de Azevedo para o cargo de Assessor do Gabinete da Livânia Farias, ocorreu 5 dias após a assinatura do contrato do Governo do Estado com a Cruz Vermelha Brasileira para administrar o Hospital de Emergência e Trauma da Capital.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No último domingo o programa Fantástico da Rede Globo de Televisão exibiu uma matéria mostrando um flagrante em que o assessor da Secretaria de Administração do Governo do Estado, Leandro Nunes de Azevedo, após viajar ao Rio de Janeiro, em plena terça-feira, portanto quando deveria estar cumprindo seu expediente na Secretaria comandada por Livânia Farias.

Leandro Nunes se hospede em um hotel e recebe a visita de Michelle Cardoso, secretária de Daniel Gomes da Silva, segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro, o chefe da Organização Criminosa que desviava recursos públicos através de contratos com fornecedores para hospitais.

Leandro Nunes e Michelle se encontraram no hotel e ele recebeu uma caixa de dinheiro. A investigação descobriu que a caixa de dinheiro não foi fato isolado, mas uma rotina na relação de agentes públicos com a Cruz Vermelha Brasileira.

Marcelo José

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Luciano Cartaxo determina suspensão temporária de pagamentos dos empréstimos do Banco Cidadão

Luciano Cartaxo determina suspensão temporária de pagamentos dos empréstimos do Banco Cidadão

Um dia depois de assegurar 4 mil cestas nutricionais para comerciantes informais, catadores da coleta seletiva e famílias do cadastro…
Efraim Filho reforça torcida por manutenção de Mandetta na Saúde

Efraim Filho reforça torcida por manutenção de Mandetta na Saúde

O deputado federal Efraim Filho descartou a possibilidade de demissão do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Mandetta tem se…
Luciano Cartaxo lança ação #SomosMaisFortes e inicia distribuição de 4 mil cestas nutricionais para o comércio informal e famílias do cadastro social

Luciano Cartaxo lança ação #SomosMaisFortes e inicia distribuição de 4 mil cestas nutricionais para o comércio informal e famílias do cadastro social

Primeira etapa do Plano de Proteção Social também prevê pagamento de auxílio-aluguel para famílias em situação de rua, beneficiando cerca…
Bolsonaro volta a distorcer OMS e é alvo de panelaços e pedidos de renúncia

Bolsonaro volta a distorcer OMS e é alvo de panelaços e pedidos de renúncia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi alvo de novos protestos durante um pronunciamento feito hoje em rede nacional de TV e rádio. Moradores…

Siga-nos Facebook

pmjp2