pmjp2

Parecer do Ministério Público pela reprovação das contas de Marcelo Monteiro revela que prefeito não investiu o mínimo de 25% na Educação

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

A educação na gestão do prefeito Marcelo Monteiro vem piorando a cada ano. A última vez que Lucena atingiu a meta do IDEB, índice que mede a qualidade do ensino público, foi em 2012, na gestão do ex-prefeito Bolão. Parecer do Ministério Público pela reprovação das contas de Marcelo Monteiro revela o motivo; o prefeito não tem investido o mínimo de 25% em Educação:

A educação tem sido o ponto fraco da gestão do prefeito de Lucena. Em 2019, inspeção do Tribunal de Contas do Estado também constatou diversas irregularidades nas estruturas físicas das escolas:

     

De acordo com os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB, do Ministério da Educação, o ensino fundamental piorou nos 7 anos da gestão do prefeito Marcelo Monteiro. O município só atingiu a meta do IDEB nos anos de 2007, 2009 e 2011 – na gestão do ex-prefeito Bolão – destacado em verde na tabela a seguir que avaliou a 4° série / 5° ano:

Desde o início da gestão do atual prefeito, em 2013, até o último levantamento, em 2017, Lucena jamais atingiu a meta projetada.

O mesmo ocorre na 8° série / 9° ano, Lucena só atingiu a meta projetada do IDEB em 2007, 2009 e 2011. Desde então, de 2013 até até 2017, o índice vem caindo drasticamente:

O que é o IDEB

Ideb é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, criado em 2007, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

O Ideb funciona como um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da Educação pela população por meio de dados concretos, com o qual a sociedade pode se mobilizar em busca de melhorias. Para tanto, o Ideb é calculado a partir de dois componentes: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente.

As médias de desempenho utilizadas são as da Prova Brasil, para escolas e municípios, e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), para os estados e o País, realizados a cada dois anos. As metas estabelecidas pelo Ideb são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, com o objetivo único de alcançar 6 pontos até 2022, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Em Lucena, Leo Preguiça demite as irmãs da prefeitura

Em Lucena, Leo Preguiça demite as irmãs da prefeitura

O prefeito de Lucena, Leo Preguiça, apelido carinhosamente dado pelo povo nos 100 dias de gestão, demitiu as duas irmãs…
Prefeito de Cuité vai gastar R$ 1,2 milhões para pavimentar apenas 11 ruas

Prefeito de Cuité vai gastar R$ 1,2 milhões para pavimentar apenas 11 ruas

Como diz aquela cantiga popular, o prefeito de Cuité, Charles Camaraense, deve estar calçando as ruas da cidade com pedrinhas…
Bruno Cunha Lima tem 74,4% de aprovação em Campina Grande

Bruno Cunha Lima tem 74,4% de aprovação em Campina Grande

Pesquisa de opinião pública realizada pelo Instituto Data Qualyt, no período entre 9 e 10 deste mês, em 35 bairros…
O dia em que Cartaxo quase se filiou ao MDB para disputar o governo em 2018

O dia em que Cartaxo quase se filiou ao MDB para disputar o governo em 2018

Pouca gente sabe, mas o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, quase desistiu de desistir.  Após declinar da disputa ao…

Siga-nos Facebook